Pateo do Collegio – 469 anos: o lugar de nascimento da cidade de São Paulo


Há exatos 469 anos, no dia 25 de janeiro – dia em que a Igreja celebra a conversão do Apóstolo Paulo -, um grupo de religiosos da Companhia de Jesus, liderados pelo Pe. Manuel da Nóbrega, fundava o Colégio de São Paulo de Piratininga. Na capitania mais ao sul do Brasil, estes homens iniciavam, por meio de uma escola, a história da maior cidade do hemisfério sul e a oitava mais populosa do planeta! 

O colégio fundado numa pequena cabana de pau-a-pique ganhou contornos imponentes ainda no século XVI. O complexo em taipa de pilão, datado desde período, deixou uma sobrevivente: a parede histórica que atualmente figura em destaque no nosso jardim, sobrevivente e testemunha das transformações pelas quais a cidade passou ao longo do tempo. 

Este complexo funcionou como Palácio do Governo de São Paulo a partir da segunda metade do século XVIII, em virtude da expulsão dos jesuítas do Brasil (1759). Quase duzentos anos depois da expulsão, no aniversário de 400 anos da cidade de São Paulo, os jesuítas receberam, em campanha de gratidão e homenagem, o sítio arqueológico do Colégio de São Paulo de Piratininga, para ali fundar um museu que ajudasse a contar a história das origens da cidade de São Paulo. 

Após uma intensa campanha para reconstrução do complexo, foi inaugurado o Pateo do Collegio, em julho de 1979. Seguimos, desde então, trabalhando para promoção da memória histórica desta cidade, através dos acervos dos nossos museus, da pesquisa documental e bibliográfica e da difusão do conhecimento por meio da nossa ação educativa.  

Enquanto obra apostólica da Companhia de Jesus, somos herdeiros do legado de Santo Inácio de Loyola, cuja espiritualidade baseia todas as dimensões do nosso trabalho. Por meio da Igreja São José de Anchieta, do Museu Anchieta e do Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, da Biblioteca Pe. Antônio Vieira e das Oficinas Culturais Anchieta, abraçamos todas as dimensões do trabalho apostólico da Companhia de Jesus, a saber: o diálogo intercultural e inter-religioso, o serviço da fé e a promoção da justiça. 

Rogamos que neste aniversário o exemplo destes primeiros companheiros jesuítas, imbuídos de ânimo, de fé e de generosidade, possa inspirar toda a sociedade paulistana para buscar soluções para os desafios presentes, tão grandes quanto é a nossa própria cidade. E que o Pateo do Collegio possa, por muitos e muitos anos, seguir promovendo a Fé, a História, a Arte e a Cultura no coração da maior cidade do país! 

Viva o Pateo do Collegio! 

Viva a cidade de São Paulo! 

#pateodocollegio #saopaulo #SP #469anos #somosjesuitas #JesuitasBrasil