Papa Francisco pede oração pelas crianças que sofrem no mundo


Em novembro, a intenção de oração do Papa Francisco é dedicada às crianças que sofrem no mundo. No Vídeo do Papa, o Santo Padre fala das crianças abandonadas, que enfrentam diariamente a rejeição, miséria, pobreza e todo o tipo de conflitos; crianças sem uma oportunidade real de crescimento, de desenvolvimento e sem acesso a direitos básicos. Para Francisco, são “condições muito semelhantes à escravidão” promovidas por um “sistema que nós, adultos, construímos”, refletiu.

A mensagem do Papa clama pelos direitos fundamentais das crianças e pede orações para que todas tenham acesso aos serviços básicos e ao amor de uma família: “Não podemos continuar a permitir que se sintam sozinhas e abandonadas; elas precisam receber educação e sentir o amor de uma família, para saberem que Deus não as esquece”, disse o Papa.

Não são números, são seres humanos

Segundo o Unicef (Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas), milhões de crianças vivem na pobreza multidimensional (sem acesso à educação, saúde, casa, alimentação, saneamento ou água) e estima-se que haja 153 milhões de crianças órfãs. Além disso, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos declarou recentemente que “no final do ano passado, mais de 450 milhões de crianças – uma em cada seis – viviam em zona de conflito, o número mais elevado em 20 anos. Cerca de 36,5 milhões de crianças foram deslocadas das suas casas em consequência de conflitos, guerras, violência e outras crises”.

 O Papa Francisco ressalta que as crianças “são seres humanos com um nome, com um rosto, com uma identidade dada por Deus” e, como tal, nós, adultos, não podemos fechar os olhos perante elas.

Neste mês de novembro intensifiquemos ainda mais nossas orações pelas crianças que sofrem no mundo.