Robótica 2022 reuniu mais de duas mil pessoas no Campus da FEI

Evento se consolidou como o maior encontro de robótica da América Latina

Registro da Equipe RoboFEI na cerimônia de premiação do Robótica 2022 / Foto: Divulgação FEI


Um evento para marcar a história. Na missão de promover uma sociedade mais desenvolvida, humana, sustentável e justa, por meio do ensino, pesquisa e extensão, entre os dias 17 e 22 de outubro, a Fundação Educacional Inaciana Pe. Sabóia de Medeiros (FEI) foi sede para o maior encontro de robótica da América Latina: o Robótica 2022. Em números, a instituição recebeu mais de 2 mil pessoas no evento, que é reconhecido por reunir apresentações de pesquisas, projetos, congressos e competições de robótica autônoma e de Inteligência Artificial. Na ocasião, a FEI foi representada pela equipe RoboFEI, que conquistou três posições no pódio geral das competições: 2º lugar na categoria Soccer 
Humanoid League, 2º lugar na categoria At_Home (robôs de serviços) e 3º lugar na categoria IEEE Humanoid Robot Racing. 

Em entrevista, o coordenador do evento na FEI, Prof. Reinaldo Bianchi, destacou a importância da realização deste evento no Brasil e, especialmente na FEI, pois ressalta o posicionamento e presença da instituição como maior polo educacional de robótica inteligente da América Latina. “A FEI é e permanece sendo um grande centro de desenvolvimento de tecnologia e quando sediamos eventos como este, reforçamos a importância da formação de profissionais com visão multidisciplinar. Nestas competições, nós temos a união de diversas competências de engenharia e ciência da computação, então nos alegra muito vermos os nossos alunos unidos com estudantes do País e do mundo, trabalhando nesta grande tendência global, que é a robótica. É uma oportunidade que, sem dúvidas, agrega muito para a formação deles”, explicou. 

Ao longo dos cinco dias do Robótica 2022, estiveram presentes mais de 1.200 alunos de Ensino Superior e 123 professores. Já do Ensino Médio, participaram cerca de 320 alunos e mais de 80 professores. No total, ocorreram oito agendas diferentes. Entre elas, os visitantes puderam conferir a Competição Brasileira de Robótica (CBR); a etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR); a Mostra Nacional de Robótica (MNR); o Workshop de Robótica Educacional (WRE); o Simpósio Brasileiro de Robótica (SBR); o Workshop de Teses e Dissertações em Robótica (WTDR) e o Concurso de Teses e Dissertações em Robótica (CTDR). 

Além destes, ocorreram também dois eventos internacionais, promovidos em parceria com o Institute of Electrical and Electronic Engineers (IEEE). Um deles é o XIX IEEE Latin American Robotics Symposium (LARS), composto por sessões técnicas e palestras com a apresentação de artigos técnicos. O outro é a competição XXI IEEE Latin American Robotics Competition (LARC).

Alexandro dos Santos, estudante de Ciência da Computação da UFABC (Universidade Federal do ABC) participou do evento junto com sua equipe para competir na categoria IEEE Very Small Size e, em entrevista, compartilhou sua visão sobre os impactos do evento para sua carreira profissional. “A robótica é uma área que exige uma amplitude muito grande de conhecimento. É preciso ter colaboração e proatividade, para que você consiga colaborar com todos da sua equipe e, principalmente, com você mesmo e com o seu propósito. Aqui nós temos um verdadeiro laboratório da vida real. Estamos constantemente lidando com pessoas, com gestão de tempo, com testes da nossa capacidade técnica, o que acaba se tornando um grande diferencial para o nosso currículo no mercado”, falou.

Registro de uma das competições na categoria IEEE Very Small Size, realizadas no Campus da FEI em São Bernardo do Campo / Foto: Divulgação FEI.


A próxima edição do evento Robótica já está confirmada para 2023 e será sediada na cidade de Salvador, na Bahia. “É um evento que vem crescendo muito ao longo dos últimos anos e que tem contribuído muito para a abrangência e reconhecimento da robótica em nosso País. Já estamos entusiasmados para a próxima edição e nossos alunos também estarão lá”, comentou o coordenador do evento na FEI, Prof. Reinaldo Bianchi.

Humanoides

Registro de uma das partidas de futebol de robôs na categoria / Foto: Divulgação FEI.

Fonte: FEI