Papa pede orações pelos pequenos e médios empresários


No O Vídeo do Papa de agosto, Francisco reza “para que os pequenos e médios empresários, duramente atingidos pela crise econômica e social, possam encontrar os meios necessários para continuar suas atividades a serviço das comunidades em que vivem”.

A crise que estamos a atravessar

“Como resultado da pandemia e das guerras, o mundo enfrenta uma grave crise socioeconômica”, diz o Papa, salientando que os pequenos e médios empresários estão entre os mais atingidos. De acordo com dados do Banco Mundial de 2021, uma em cada quatro empresas perdeu metade do seu volume de negócios devido a pandemia. Além disso, o apoio público é fraco precisamente onde ele é mais necessário: nos países pobres e para as pequenas empresas.

Neste sentido, o Papa Francisco elogia aqueles que “com coragem, esforço e sacrifício, investem na vida, gerando bem-estar, oportunidades e trabalho”. Os pequenos e médios empresários incluem aqueles que gerenciam uma loja, um restaurante ou uma oficina. Mas também aqueles que trabalham na limpeza ou no transporte, artesãos, entre muitos outros. São “aqueles que não aparecem nas listas dos mais ricos e poderosos e, apesar das dificuldades, criam empregos, mantendo a sua responsabilidade social”.

O Pe. Frédéric Fornos, SJ, Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, comentou sobre esta intenção: “As crises que estamos vivendo são – como diz o Papa – um ‘momento Noé’, uma oportunidade para construir algo diferente. Neste sentido, os pequenos e médios empresários são de grande importância, a sua força criativa, a sua capacidade de fornecer soluções a partir de baixo. Sem eles não teria sido possível atravessar a crise da pandemia de Covid, e eles continuam mais necessários do que nunca. É por isso que é importante rezar por eles”.

Fonte: Vatican News