Nota de pesar pelo falecimento do Pe. Manuel Fernández-Herce, SJ


Pe. Manuel Fernández-Herce, SJ

É com profundo pesar que a Província dos Jesuítas do Brasil comunica o falecimento do Pe. Manuel Fernández-Herce, SJ, ocorrido na madrugada desta quinta-feira (18/11), em Belo Horizonte (MG), aos 97 anos de idade.

Natural de Peñarrova, um povoado da província de Córdoba (Espanha), Pe. Manuel estudou no Colégio dos Jesuítas, em Badajoz (Espanha), e ingressou na Companhia de Jesus em 8 de setembro de 1941, aos 17 anos de idade. Tanto o Noviciado quanto o Juniorado foram cursados em Madrid, capital da Espanha.

De família bastante católica, Pe. Manuel era neto de Francisco Fernández y Sánchez Toril, um dos 126 mártires que foram beatificados no último dia 16 de outubro, na Catedral de Córdoba. Além disso, um de seus irmãos também se tornou jesuíta e missionário no Japão.

Pe. Manuel, que sempre cultivou em si o espírito missionário, foi enviado para Tóquio (Japão), onde cursou Teologia e, posteriormente, foi ordenado sacerdote em 24 de março de 1957. Em 1958, já na cidade de Hiroshima (Japão), o jesuíta fez sua terceira provação e, no ano seguinte, professou os últimos votos.

O religioso viveu no Japão por dez anos, de 1950 a 1960, e, quando já estava ordenado, teve a alegria de trabalhar como vigário na primeira igreja do país, fundada por São Francisco Xavier, em Yamaguchi. De 1960 a 1966, Pe. Manuel esteve em Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), trabalhando entre os japoneses.

Depois de um breve período na Espanha, o jesuíta chegou ao Brasil em 1968, e se manteve vinculado à missão com os japoneses, exceto em suas duas passagens por Montes Claros (MG), primeiro como pároco e Superior de 1977 a 1978, e depois como vigário, em 1986. Trabalhou também no Colégio São Francisco Xavier de 1969 a 1973, e na cidade de Tupã (SP) de 1973 a 1976. 

De 1979 a 1985, estando adscrito à comunidade São Francisco Xavier em São Paulo (SP), Pe. Manuel percorria as comunidades japonesas nas cidades paulistas de Bastos, Sertãozinho, Ribeirão Preto, Taquaritinga, Araraquara e Guatapará. Por fim, fixou-se nesta última cidade e ali permaneceu como pároco de 1987 a 1991. Já na cidade de São Paulo, trabalhou como pároco da Igreja São Gonçalo de 1992 a 2005, e como capelão do Hospital Santa Marcelina de 2006 a 2009.

Em 2010,  Pe. Manuel foi destinado para a Comunidade de Saúde e Bem-Estar Irmão Luciano Brandão, em Belo Horizonte (MG), e ali permaneceu, cuidando de sua saúde e rezando pela Igreja e pela Companhia de Jesus. O sacerdote pertencia à Província do Japão e estava aplicado à Província do Brasil. Em 2021, ele completou 80 anos de vida religiosa.

A Companhia de Jesus se solidariza com os familiares e amigos do Pe. Manuel, e informa que o corpo será velado nesta quinta-feira, 18, das 13h às 15h, na Comunidade de Saúde e Bem-Estar Irmão Luciano Brandão. Em seguida, haverá uma missa de corpo presente, na Capela da Comunidade. O sepultamento está previsto para às 16h.