Coração de Peregrino

Poesia de autoria do Escolástico Carlos César, SJ. Convidamos todos à leitura!

Sigo em minha incessante busca,
E meu coração de peregrino, tu Senhor, o conheces.

A cada passo dado,
Um punhado de nomes
De dores e risos
acertos e erros.

Contigo aprendi o sabor dos caminhos novos,
Sem me esquecer a beleza
e a dureza dos caminhos antigos.

A cada passo dado,
Encontros e recomeços.
Algumas memórias que evocam plenitude
E outras que preferia esquecer.

Como peregrino,
Contigo e por ti,
Aprendi oferecer e pedir ajuda.

Nos caminhos sem atalho
Ao teu lado lutei.
Aprendi a discernir batalhas
E a caminhar com mãos calejadas e pés cansados.

Te peço, Senhor,
Que os meus pés ao andar
Marque teu passo.
Que meu coração ao buscar,
Encontre o seu.
Tu és o Caminho.
Meu ponto de chegada e de partida.

Autor: Escolástico Carlos César, SJ