Pacto Educativo Global: educação de qualidade para todos


Pacto Educativo Global: educação de qualidade para todos’, esse foi o título do artigo escrito pelo Provincial dos Jesuítas do Brasil, Pe. Mieczyslaw Smyda, SJ, para a publicação eletrônica ‘Carta de AUSJAL – Asociación de Universidades Confiadas a la Compañía de Jesús en América Latina’.

Na edição nº 50, a revista se concentra na análise do impacto da pandemia de Covid-19 sobre o campo educativo na região da América Latina. E o artigo elaborado pelo Pe. Smyda não poderia ser diferente. Nele, o jesuíta busca refletir sobre a urgência de uma educação de qualidade para todos, nos convida a repensar um percurso que foi intensificado desde o Concílio do Vaticano II com a declaração Gravissimum Educationis e alerta que a desigualdade de acesso à educação no Brasil cresceu ainda mais durante a pandemia. Ainda em suas considerações, o Provincial do Brasil reforça que todo ser humano tem direito à educação e aponta o Pacto Educativo Global como uma excelente oportunidade e, talvez, um caminho único de avançarmos na busca de um mundo mais justo e fraterno.

O Pacto Educativo Global é um chamado do Papa Francisco para que todas as pessoas no mundo, instituições, igrejas e governos priorizem uma educação humanista e solidária como modo de transformar a sociedade. Ele foi lançado em outubro de 2020, no Vaticano e, desde então, todo o mundo tem se mobilizado para discutir, mobilizar e tornar o Pacto algo concreto nas políticas educacionais e institucionais.

Para ler o artigo na íntegra, acesse: https://www.ausjal.org/carta-de-ausjal-50/