Nota de pesar pelo falecimento do Pe. João Roque Rohr

A Província dos Jesuítas do Brasil lamenta a morte do jesuíta

Faleceu na manhã deste sábado (29/05) o Pe. João Roque Rohr, em Porto Alegre (RS), aos 80 anos de idade. Dono de um carisma e uma liderança que marcaram o legado de seis décadas de vida dedicadas à Companhia de Jesus, foi exemplo de excelência humana e acadêmica. Deixa saudades pelo que fez e pelo que foi como pessoa: capacidade de escuta, fala mansa e profunda, cheia de conteúdo e reflexão. Olhar doce, um sorriso largo e um bom humor contagiante.

Natural de Itapiranga, no oeste catarinense, Pe. João Roque graduou-se em Filosofia, Teologia e Pedagogia. Começou como professor de história no Colégio Anchieta (Porto Alegre/RS), na década de 60. Na mesma instituição, de 1972 a1974, exerceu a função de Orientador Pedagógico, assumindo, posteriormente, a direção acadêmica (de 1975 a 1982) e, em seguida, a direção geral.

Nos anos 80, foi Coordenador de Educação da Província do Jesuítas do Sul do Brasil (BRM), quando também assumiu o cargo de Vice-Presidente da Associação das Escolas Católicas do Brasil (AEC), em Brasília (DF), entidade que seguiu nos anos 90 como Assessor Nacional.

De 1987 a 1993, Pe. João Roque foi o Provincial da Província dos Jesuítas do Sul do Brasil (BRM) e presidente da mantenedora Sociedade Antônio Vieira (SAV) em Porto Alegre (RS).

Em 1994 e1995, foi Pró-Reitor de Graduação da UNISINOS, em São Leopoldo (RS). Neste período, também participou da direção da Sociedade Antônio Vieira (SAV), da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRN-Nacional) e da Rede das Escolas de Educação Popular – Fé e Alegria.

De 1996 a 2001, foi Presidente Nacional da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB-Nacional) – Rio de Janeiro (RJ).

No início dos anos 2000, assumiu como Assessor Nacional da Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) – Brasília, para a Campanha de Combate à Fome (que resultou no Movimento Fome Zero e, posteriormente, foi incorporado no Bolsa Família).

De 2003 a 2008, foi eleito o primeiro Provincial dos Jesuítas do Brasil. No ano seguinte, rumou para Roma (Itália), onde atuou como Reitor do Colégio Pio-Brasileiro até 2014.

De volta ao Rio Grande do Sul, no Colégio Anchieta, em 2015 até 2017, assumiu o Ministério presbiteral na Capela do Colégio e foi Orientador Espiritual dos Antigos Alunos.

Em 2018, acumulou o cargo de Reitor da Igreja São José, no centro de Porto Alegre. Recentemente, já com a saúde inspirando cuidados, atuava como Conselheiro de Pastoral e Espiritual do Colégio. Um dos pilares da criação da Escola Superior Dom Helder, em Belo Horizonte (MG), o jesuíta foi homenageado pela instituição, em 2019, com o título de Doctor honoris causa pela sua contribuição à educação.

Veja também a Nota de Condolência emitida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB):

Brasília, 29 de maio de 2021.

Prezado, padre Mieczyslaw Smyda, Provincial dos Jesuítas no Brasil

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta seu pesar pelo falecimento do padre João Roque Rohr, ex-reitor do Pontifício Colégio Pio Brasileiro, em Roma, ocorrido neste sábado, 29 de maio de 2021.

Nesse momento de dor, olhemos para o Cristo ressuscitado razão de nossa esperança, a quem um dos mais respeitados jesuítas do país, padre João seguiu e amou durante sua vida e missão.

Lembramos com gratidão o serviço prestado pelo padre João à frente do colégio, além do reconhecimento por toda sua trajetória de luta pela educação, sua dedicação à frente da presidência da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e na assessoria da CNBB.

Consolados pela fé, enviamos nosso abraço fraterno a todos os religiosos jesuítas, aos familiares do padre João Rohr e a toda comunidade Anchietana.

Em Cristo,
Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte, MG
Presidente

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre, RS
1º Vice-Presidente

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima, RR
2º Vice-Presidente

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar do Rio de Janeiro, RJ
Secretário-Geral

Foto: site Dom Total