Casa Dom Luciano Mendes de Almeida apoia migrantes na pandemia

As ações já beneficiaram cerca de 80 famílias de venezuelanos que vivem em São Paulo

A pandemia de covid-19 pôs em evidência as condições precárias em que vivem os migrantes e refugiados em toda a América Latina, bem como acentuou as vulnerabilidades já existentes (xenofobia, insegurança alimentar, agravamento das condições de trabalho, de moradia, salários reduzidos, dentre outras). Em resposta a essa situação, a Casa de Acolhida Dom Luciano Mendes de Almeida, localizada em São Paulo (SP),  intensificou, nos últimos meses, ações assistenciais para atender às necessidades mais urgentes de cerca de 80 famílias de migrantes venezuelanos que residem na cidade. Além da doação de cestas básicas, kits de higiene e de limpeza, fraldas, leite em pó e máscaras de proteção, a instituição realizou, durante o mês de fevereiro, jornadas de informação sobre regularização migratória.

As ações foram financiadas pela Associação Nóbrega de Educação e Assistência Social (ANEAS), Inditex e Fundação Almira/LAR, e contou com a parceria do escritório da advogada Aline Araújo e do Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes (CRAI), que atendeu os migrantes com o auxílio de uma van adaptada, o CRAI Móvel.


Doações de cestas básicas

CRAI Móvel

Além disso, no ano passado, a Casa de Acolhida sediou o curso de capacitação de Empreendedorismo para migrantes e refugiados, promovido pelo projeto Ven, Tú Puedes da Visão Mundial. Ministrado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o curso teve como objetivo estimular a formalização e capacitar os migrantes para gerirem seus negócios.

A instituição recebeu ainda a visita de María Teresa Belandria, embaixadora da Venezuela no Brasil. Na ocasião, foi realizada a primeira jornada de serviços consulares presenciais na capital paulista para apoiar migrantes. Ao todo, foram emitidos gratuitamente cerca de 50 documentos e certificações para ex-moradores da Casa e seus familiares. 

Vale destacar que, em virtude do agravamento da pandemia, os serviços de acolhimento da unidade continuam temporariamente suspensos. 

A Casa de Acolhida Dom Luciano

Fundada em novembro de 2018, a Casa de Acolhida Dom Luciano Mendes de Almeida é um espaço da Fundação Fé e Alegria, que recebe e abriga dezenas de migrantes venezuelanos interiorizados para inseri-los na realidade do novo país, auxiliá-los na adaptação sociocultural e prepará-los para o mercado de trabalho.