Campanha de Natal mobiliza comunidade da PUC-Rio

Promovida em parceria com a Arquidiocese do Rio, a ação busca ajudar na realização do sonho de mais de 400 crianças

A Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), em parceria com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, deu início à campanha de Natal Brincar é Sonhar. A iniciativa tem por objetivo arrecadar fundos para a compra de brinquedos que serão doados a mais de 400 crianças das comunidades do Parque da Cidade, da Rocinha, da Kelson`s e de Campo Grande, no Rio de Janeiro. Para o coordenador da Pastoral Universitária Anchieta, padre jesuíta José Abel de Sousa, “além de levar alegria às crianças, a campanha serve para estimular a reflexão no período de Natal e despertar um espírito de solidariedade e de justiça social, uma consciência de que somos chamados à fraternidade, como bem lembra o Papa Francisco na encíclica Fratelli tutti.”

O sacerdote conta que a ideia surgiu de um diálogo entre membros da Vice-Reitoria de Desenvolvimento, da Pastoral Universitária Anchieta e, aos poucos, foi ganhando adesão e apoio de diversos membros da Vice-Reitoria Comunitária, de representantes do Vicariato para Caridade Social da Arquidiocese do Rio e de estudantes da PUC-Rio. A partir daí, “foi iniciado um diálogo com membros de associações do Parque da Cidade, da Rocinha, da Kelson’s e de Campo Grande, porém, mais do que instituições, de maneira formal e oficial, tem havido adesões de pessoas desejosas por fazer o bem. A lista, felizmente, já é longa e há espaço para crescer ainda mais”, explicou Pe. José Abel.

Por conta do agravamento da pandemia no município, a organização priorizou que as doações este ano sejam feitas, preferencialmente, por meio de depósito ou transferência bancária. No entanto, caso a pessoa tenha em casa brinquedos usados, desde que em perfeito estado de conservação, eles podem ser entregues no Espaço Francisco, na Rua Marquês de São Vicente, 389, ao lado do Instituto de Odontologia da PUC.

O jesuíta salienta que pequenos gestos de solidariedade geram grandes mudanças e todos saem ganhando. “Como diz o adágio popular “faz bem fazer o bem” ou  como diz a Sagrada Escritura, “há mais alegria em doar do que em receber” (At 20,35), portanto, os primeiros beneficiados somos todos nós que estamos envolvidos de algum modo na campanha, não apenas quem está à frente, mas, cada pessoa que doa algum valor financeiro. Até aqueles que se doam, gastando parte do seu tempo em prol de fazer uma criança feliz. Não há dúvida de que são todos beneficiados”, afirmou, completando que, “acreditamos, e inclusive já constatamos, que muitas pessoas têm cada vez mais se dado conta de que a solidariedade não se resume a doar um pouquinho daquilo que sobra. Sobretudo, esta campanha almeja suscitar na comunidade da PUC-Rio a consciência de que não podemos mais achar normal que enquanto uns vivem na ostentação e no luxo, outros vivem literalmente no e do lixo. Somos todos chamados a abrir mão de gastos supérfluos em favor de quem encontra-se privado do básico. Acreditamos que uma campanha como esta poderá ser muito educativa e fazer bem a todos nós”, concluiu o jesuíta.

Doações

Banco Bradesco
Agência 0814-1
Conta corrente 74186-8
CNPJ 34.267.971/0001-14
Favorecido: Caritas/Vicariato para Caridade Social
* Para que a sua contribuição possa ser identificada, a organização pede que seja acrescentado R$ 0,25 ao valor doado. Exemplo: R$100,25.