Economia de Francisco discute novo pacto global econômico


Nos dias 19 e 20 de novembro, acontece a “Economia de Francisco: juntos por um novo pacto global”, que reúne organizações e pessoas por uma economia mais justa, inclusiva e regenerativa. Mais do que um evento, é um movimento cultural e plural convocado pelo Papa Francisco em busca de reunir entidades com o desejo de construir um novo sistema econômico. Totalmente online, poderá ser acompanhado a partir de 14h45 às 18h (de Brasília).

A iniciativa, mesmo partindo do Santo Padre, não tem a intenção de se restringir aos católicos. O Papa Francisco tem denunciado o “estado patológico da economia mundial” e convidado a todos os que operam nas estruturas do sistema econômico e na cultura que o sustenta para uma redefinição do sistema capitalista vigente, de modo a considerar as pessoas e o planeta como centro do processo produtivo. 

No Brasil, a comunidade de negócios de impacto social vem dialogando há meses sobre diversas temáticas como: lucro e vocação, finanças e humanidade, dores da desigualdade e as soluções do empreendedorismo de impacto. Em paralelo ao evento global da Economia de Francisco, a Economia de Comunhão, o Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) e o Sistema B Brasil realizarão em parceria uma programação nacional dedicada a empreendedores, investidores, atores do ecossistema, economistas, jovens e todas as pessoas que desejam se engajar nessa causa.

A programação dos dois dias terá como base os propósitos e as atuações dessas e de outras organizações convidadas. Entre os participantes confirmados estão: Célia Cruz, diretora executiva do ICE;  Pedro Tarak, atual líder sênior de pontes globais do Sistema B Internacional; Marcel Fukayama, diretor executivo do Sistema B Internacional; Renata Nascimento,  fundadora e presidente do Conselho do ICE; Lucas Ramalho Maciel, coordenador da Enimpacto; Márcia Silveira, diretora de articulação e comunicação institucional do Sistema B Brasil; Ricardo Glass, líder do Sistema B Brasil e do Capitalismo Consciente Brasil , Julia Rodrigues Melo, diretora nacional do Amani Institute; Maria Helena Faller, presidente da Associação Nacional por uma Economia de Comunhão.

As organizações e todos os participantes presentes serão convidados a assinar o pacto global de comprometimento com a causa da Economia de Francisco, no qual cada um deles deixará por escrito ao menos uma proposta de atuação para aderir ao pacto. Esse documento será entregue diretamente ao Papa Francisco.

Para as organizações envolvidas, o evento é apenas o começo do fortalecimento do ecossistema de negócios de impacto no Brasil. Todas acreditam que a atual crise econômica, social e ecológica é também uma oportunidade para dar à economia uma nova “alma”, que não desconecte propósito de lucro e apoie o mercado livre, mas, acima de tudo, seja justo para todos os trabalhadores, ao mesmo tempo em que é com o planeta.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas clicando aqui. Para os que desejarem, na parte da manhã será possível acompanhar a transmissão do evento global pelo canal oficial do Economia de Francisco, no Youtube.

Confira a programação:

Dia 1 | 19 de novembro 

Como minha trajetória me levou a atuar com o propósito de mudança? 

14h45 | Chegada e orientações técnicas 

15h00 | Boas vindas 

O que é Economia de Francisco? Porque estamos juntos? 

Maria Helena, presidente da Associação Nacional por uma Economia de Comunhão. 

Renata Nascimento, fundadora e presidente do Conselho do Instituto de Cidadania Empresarial. 

Márcia Silveira, diretora de articulação e comunicação institucional do Sistema B Brasil 

Imperative 21 – Redefina o capitalismo 

15:40 | Retratos do Ecossistema de Impacto Social no Brasil

Mediação: Fernanda Bombardi, gerente executiva do ICE. 

Ricardo Glass, fundador da Okena, líder do Sistema B Brasil e do Capitalismo Consciente Brasil, associado do ICE. 

Jean Santos, educador social, pedagogo, oficineiro, fundador da Catequese Musical, da Instrumentoteca Comunitária Alice, da Consultoria e Instrutoria SIGA ME, do Programa e Coletivo Tempo de Evoluir. Empreendedor social voluntário da Rede Anpecom. 

Julia Melo, diretora nacional da Amani Institute. 

16h25 – Rodas de conversa e mesas de boteco online. 

17h30 às 18h – Plenária e fechamento do dia

 

Dia 2 | 20 de novembro 

Como atuamos juntos para consolidar de forma sistêmica uma economia mais justa, inclusiva e regenerativa?      

14h45 – Chegada e orientações técnicas 

15h – Boas Vindas 

Maria Helena, presidente da Associação Nacional por uma Economia de Comunhão 

15:20h – Ecossistema de Impacto Social no Brasil e seu posicionamento institucional

Mediação: Pedro Telles, diretor de relacionamento e gestor de comunidades no Sistema B Brasil 

Aliança de Investimentos e Negócios de Impacto com Célia Cruz, diretora executiva do ICE. 

Estratégia Nacional de Investimentos e Negócios de Impacto – ENIMPACTO, com seu coordenador, Lucas Ramalho Maciel. 

Grupo Internacional de Reativação Econômica de Impacto – GITRE, com um de seus coordenadores e mentores, diretor executivo do Sistema B Internacional, Marcel Fukayama. 

16:20h Café e bate papo com open space 

Participantes definem os temas a serem dialogados colaborativamente. 

17h25 | Plenária

17h45 às 18h | Assinatura do Pacto Global e fechamento

 

 Fonte: Associação Nacional por uma Economia de Comunhão (Anpecom)