Mensagem final dos Provinciais pela 40ª Assembleia da CPAL

Documento compartilha as resoluções da última reunião entre os Superiores

De 3 a 7 de novembro, foi realizada a 40ª edição da Assembleia da Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina e do Caribe (CPAL), na qual participaram 12 Provinciais, dois Assistentes do Pe. Geral, um Conselheiro. Gerais, quatro Superiores Regionais, cinco Delegados para a missão, o Administrador, o Secretário e o Presidente da CPAL. Em alguns momentos do encontro estiveram presentes o Pe. Geral Arturo Sosa e os membros das equipes dos Centros Internacionais de Formação Teológica (CIF). Respeitando as restrições impostas pela pandemia, o encontro foi virtual.

Dois grandes temas foram desenvolvidos nesta Assembleia, além de outros assuntos importantes para nossa missão: o primeiro refere-se ao planejamento da missão da Companhia de Jesus na América Latina. Neste momento, estamos finalizando a avaliação do Plano Apostólico (PAC 2010-2020), e iniciando a elaboração do Plano Apostólico que nos guiará nos próximos sete anos. Um enorme trabalho de consulta e sistematização foi realizado pela equipe responsável: mais de 3.000 colaboradores de toda a América Latina e do Caribe participaram. A Assembleia reconheceu a qualidade, utilidade e profissionalismo dos trabalhos realizados. Agora, vem a fase de planejamento para 2021-2028, da qual esperamos maior participação, para que possamos ter um PAC.2 aprovado até meados do próximo ano.

A segunda grande tarefa da Assembleia, com base no processo em curso, foi a avaliação e o ajustamento do CIF nos seus 10 anos de vida. Foi o início de uma reflexão, bastante rica, sobre os possíveis modelos de formação na fase de estudos, preparação teológica e imediata para a ordenação. Tratava-se de estabelecer elementos de discernimento suficientes para uma decisão futura. Nesse momento, três instrutores de cada um dos CIFs participaram das deliberações.

Temos feito um lindo caminho de confiança fraterna e de uso regular da conversação espiritual como método de trabalho para deixar-nos guiar pelo Espírito. Os passos simples que este nos convida a – oração, partilha de moções, diálogo espiritual, busca de consenso sempre nos deixam com um sentimento íntimo de que estamos no verdadeiro caminho do discernimento, no qual, além de nossas capacidades de análise e compreensão, nos deixamos guiar pelo Espírito do Senhor, o Companheiro Jesus a quem seguimos.

O Pe. Geral Arturo Sosa participou no dia 5 de novembro, quando celebramos a festa de todos os Santos da Companhia de Jesus, numa oração pelas vocações que foi transmitida no YouTube (canal: somos Jesuítas) e à qual aderiram em torno de 650 colaboradores apostólicos. Posteriormente, na Assembleia, ele nos falou da importância da promoção vocacional e da pastoral juvenil na missão da Companhia, fazendo importantes observações e sugestões aos Superiores dessas províncias.

Em relação à nossa missão de acompanhar os jovens na construção de um futuro promissor, o Pe. Geral destacou a importância do Direito Universal à Educação de Qualidade (DUEC). O Papa Francisco, ciente de que este era um dos temas importantes da nossa Assembleia, enviou-nos uma nota de saudação e entusiasmo por esta sua iniciativa. Por isso, numa breve cerimónia preparada pela equipe da CPAL, o próprio Arturo Sosa assinou perante nós a declaração da sua adesão ao Pacto Educativo Global e convidou a todos nós, aos participantes da Assembleia e a todo o corpo apostólico da Companhia para fazer o mesmo e também aderir ao Pacto Global para a Educação, lançado pelo Papa no dia 15 de outubro.

Queremos expressar uma especial solidariedade a todos os companheiros do corpo apostólico que sofrem os rigores dos eventos climáticos na América Central, bem como a todos aqueles que foram e são afetados de uma forma ou de outra pela pandemia de covid-19.

Terminamos nossa Assembleia no sábado, 7 de novembro, em meio a um clima de mútua gratidão e consolo espiritual pelos dons que o Espírito nos concede quando arriscamos colocar nossas vidas em suas mãos e nos deixamos guiar pela conversação espiritual.

Confira abaixo a carta escrita pelo Papa Francisco à 40ª Assembleia da Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina e do Caribe (CPAL):

Uma saudação cordial.

Sei que os Provinciais da América Latina e do Caribe (CPAL) estão reunidos. Envio a todos minha saudação e proximidade.

Um tópico que discutirão é o educacional. Durante décadas, o pacto educacional (família-governo-escola) foi quebrado. Acho que é um momento apropriado para examinarmos esse problema. Daí a iniciativa do Pacto Global pela Educação.

Certamente não se trata de uma simples renovação, mas sim de recriar, libertar-nos da herança iluminista (que permeia todo o sistema educacional) e propor um caminho de integração pessoal e social onde a linguagem harmoniosa da mente, do coração e as mãos convocam o trabalho harmonioso família-escola-governo.

Agradeço o que será feito nesta linha. Por outro lado, a Companhia de Jesus é a primeira, neste assunto, com o Fé e Alegría.

Por favor, não se esqueçam de rezar por mim. Eu faço o mesmo por vocês.

Que Jesus abençoe, que a Virgem Santa cuide de todos. 

Fraternalmente,

Francisco.

Fonte: Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina e do Caribe (CPAL)