Mensagem do Pe. Arturo Sosa pelo Dia da Amazônia

Superior Geral faz um chamado à reflexão e sensibilização de todos os povos

Hoje, 5 de setembro, celebra-se mundialmente o Dia da Amazônia. O bioma amazônico é um dos mais valiosos patrimônios naturais para o equilíbrio ambiental do Planeta e é de importância incalculável na cultura dos povos da floresta.

Em recordação a esta data e ao Ano Jubilar de 25 anos da “Itinerância Institucional da Família Inaciana na Amazônia” na Preferência Apostólica Amazônia (PAAM), o Superior Geral da Companhia de Jesus, Pe. Arturo Sosa, SJ, envia uma mensagem a todos os colaboradores na missão de Jesus Cristo, jesuítas e leigos (as).

O Dia da Amazônia é, também, um convite à conversão ecológica, à reflexão e à sensibilização de nossos olhares para essas terras constantemente ameaçadas por atividades predadoras que provêm de interesses econômicos. Os danos ambientais causados ao bioma afetam diretamente a fauna, a flora, os diversos povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos residentes na região, e toda a comunidade nacional e internacional.

Pe. Sosa, em concordância com os pedidos do Papa Francisco e com as Preferências Apostólicas Universais da Província dos Jesuítas do Brasil, nos pede o cuidado com a Casa Comum e nos convida a sonhar com a construção de um outro mundo possível, na busca por um desenvolvimento baseado na economia integral.

Assista o vídeo: