Fé e Alegria de Taipas realiza ação entre educadores, crianças e famílias

A confraternização celebrou o Dia Nacional da Educação Infantil

O Centro Educacional Infantil de Taipas, unidade da Fundação Fé e Alegria na região norte de São Paulo, realizou o Drive Thru da Saudade. Além da distribuição de kits de materiais escolares, a iniciativa possibilitou o encontro entre famílias e crianças atendidas e educadores no espaço, cujas atividades presenciais estão paralisadas desde o início da pandemia.

Observando as medidas sanitárias estipuladas pelos órgãos de saúde, os envolvidos na ação social utilizaram os materiais de proteção adequados (máscaras, luvas e aventais).  Apesar das restrições, o momento foi de muito carinho e de comoção entre educandos, familiares e equipe técnica.

Entre os materiais entregues, estão as Trilhas de Aprendizagem, uma coleção de cadernos produzida pela Secretaria Municipal da Educação com práticas pedagógicas específicas para Ensino Infantil, e itens escolares como lápis, borracha, giz de cera e lápis de cor. O evento também contou com uma apresentação musical.

Semana Nacional da Educação Infantil

A Semana Nacional da Educação Infantil foi criada em 2012 com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância dessa etapa no ensino e consolidação das instituições como espaços de garantia de direitos e proteção da criança. Celebrada em 25 de agosto, a data homenageia a doutora Zilda Arns, médica pediatra, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança.

A educação infantil compreende as fases de creche e pré-escola, direcionada para crianças de 0 a 5 anos, etapa de desenvolvimento cognitivo, socioemocional e físico. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), somente um terço das crianças brasileiras estão matriculadas em creches. A Fundação Fé e Alegria atua efetivamente para que tenham acesso à educação inclusiva e de qualidade, compreendendo que o investimento na primeira infância é fundamental para garantir a universalização do ensino e impedir violação dos direitos.

Fonte: Fé e Alegria