Memória agradecida

Padre João Renato Eidt faz balanço de sua passagem à frente da Província do Brasil

Concluindo a missão de Provincial que a Companhia de Jesus me confiou em novembro de 2014, os sentimentos que me acompanham, ao escrever esta memória agradecida, são alegria, gratidão, confiança, esperança, reconhecimento da colaboração e apoio recebidos de todo o corpo apostólico da Província, bem como a certeza de que a graça de Deus, através do Espírito Santo, nos ajudou a superar limites, fragilidades, dúvidas e medos, na busca incansável de fazermos Sua vontade, por meio das obras e ações apostólicas da Província dos Jesuítas do Brasil [BRA].

Os três primeiros anos foram ad experimentum, um tempo para experimentar e colocar, em prática, o Estatuto da BRA. Durante o terceiro ano, pós-criação da BRA, fizemos a avaliação da estrutura canônica desenhada no Estatuto. A avaliação envolveu a grande maioria dos jesuítas e colaboradores leigos e leigas da Província. À luz dessa avaliação, o Pe. Arturo Sosa, nosso Superior Geral, em outubro de 2017, em Belo Horizonte (MG), na reunião conjunta entre a Consulta Canônica e o Fórum de Gestão Apostólica, apresentou os ajustes ao Estatuto. Os principais foram a criação dos Núcleos Apostólicos, no lugar das Plataformas Apostólicas, e a nomeação do Delegado para a Preferência Apostólica Amazônia. Os ajustes foram muito bem acolhidos na Província porque são frutos da avaliação feita. Agradeçamos a Deus por esses três anos de intensa busca e discernimento sobre a estrutura canônica da nossa Província.

À luz das orientações dadas pelo Pe. Geral, depois da avaliação do triênio da BRA, com a participação da grande maioria das comunidades, a Província se empenhou em adequar o Estatuto a essas orientações. O Pe. Arturo Sosa promulgou o Estatuto no dia 31 de maio de 2019. No Encontro da Província, que aconteceu nos dias 24 a 26 de julho do mesmo ano, na Casa de Retiros Mosteiro de Itaici – Vila Kostka, em Indaiatuba (SP), o novo Estatuto foi entregue aos jesuítas. Agradeço a colaboração de todos e peço que se apropriem dele para que a nossa missão e a vida comum possam fluir com criatividade, alegria e generosidade.

A partir do Estatuto, o Conselho para a Missão liderou a continuidade da construção do Plano Estratégico da Província. Ao aprová-lo, o Pe. Geral comentou: “O novo Plano Estratégico, que agora me apresentas, está muito bem elaborado. Leva em conta o Plano Apostólico de 2014, mas dá alguns passos a mais, na medida em que assume também elementos importantes da Congregação Geral 36 (a missão da reconciliação, o modo de trabalho em colaboração e em rede)”. Agradeço aos que colaboraram na construção do Plano e que sua visão – isto é, “Ser um corpo apostólico em contínuo discernimento, audacioso e criativo, articulando-se em rede para o serviço da fé, da reconciliação e da justiça, em diálogo com outros” – inspire todo o nosso agir apostólico.

Gratidão a todos pela colaboração para que a missão da Província conseguisse adequar-se às orientações da 36ª Congregação Geral, organizando o trabalho em rede, habituando-se à colaboração e à prática do discernimento. Merece também destaque o esforço incansável da equipe administrativa em adequar e colocar a administração e as obras em sinergia e na implantação do sistema integrado da gestão da Província. Aqui, expresso gratidão especial às lideranças da Província que ajudaram, mesmo com muitos desafios, a buscarmos caminhos e decisões que permitissem boas práticas apostólicas e a organização da Província.

Agradeço a todos pelo apoio e pela colaboração contínuos ao governo da Província por meio das reuniões, partilhas, orações e palavras de apoio e, muitas vezes, solidariedade. Com o esforço e o apoio de todos, a Província deu passos importantes na sua estruturação e organização, sem deixar de lado o apostolado. Peço que o apoio e a colaboração continuem ainda mais fortes ao Pe. Smyda, que está assumindo a função de Provincial para os próximos anos.

Que o espírito da Quaresma ajude a todo o Corpo Apostólico da Província BRA a se preparar bem para a festa da Ressurreição do Senhor e que a alegria pascal console e fortaleça todos na vida e na missão.