Nota de pesar pelo falecimento de Pe. Hilário Dick

O jesuíta, referência no trabalho com a juventude, faleceu aos 82 anos

Padre Hilário Henrique Dick faleceu nesta terça-feira (03/03) aos 82 anos. Nascido em Linha João Alves, Santa Cruz do Sul (RS), filho de João Dick e Josefa Paulina Rabuske Dick, o jesuíta ingressou na Companhia de Jesus em 1957.

Sua extensa formação começou com o bacharelado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Leopoldo (RS), teve prosseguimento com as licenciaturas em Português, pela mesma instituição, e em Teologia, pela Faculdade de Teologia Cristo Rei, também em São Leopoldo. Depois, tornou-se Mestre em Literatura Brasileira e Doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Desde cedo, o jesuíta dedicou seus esforços e sua vocação ao anúncio da Boa Nova à juventude. Alguns destaques de suas atividades acadêmico-profissionais, religiosas e pastorais são do período como professor de Literatura na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e no Colégio Anchieta (RS); a ocupação do cargo de assessor no setor Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e, também, no Movimento Internacional dos Estudantes Católicos e da Juventude Estudantil Católica Internacional (MIEC-JECI); o exercício como coordenador do Curso de Pós-Graduação de Especialização em Juventude, na UNISINOS, e da Equipe Executiva do Instituto Pastoral da Juventude (IPJ) de Porto Alegre (RS), além de ter sido pesquisador do “Observatório Juvenil do Vale”, na UNISINOS, e professor de história da juventude, na pós-graduação da UNISINOS e na Casa da Juventude, em Goiânia (GO). Escreveu também dezenas de livros como Introdução à Literatura Brasileira (1968), Cosmovisão do Romance Nordestino Moderno (1970), Na busca de ser – a angústia de não ser (1977) e Aprendendo a ser novo – 15 reuniões com jovens (1995). 

 

“(…) até a morte se torna um negócio, onde os silêncios, as informações, as escadas e os elevadores têm cheiro do encontro com uma realidade que não gostamos de ver, mas um encontro que se torna bonito quando vai ao encontro de crenças que temos na vida.” 

Pe. Hilário Henrique Dick

 

Fontes: Blog do Observatório Juvenil do Vale e autobiografia de Hilário Henrique Dick