CECREI promove seminário de comunicação não violenta

Encontro marca a ampliação da oferta de novos eventos pelo Centro

O Centro de Espiritualidade Cristo Rei (CECREI) promoveu o seminário de ‘Comunicação Não Violenta’, ministrado pela especialista em Relações Públicas, Vivian Laube, dia 30 de novembro, em São Leopoldo (RS). O encontro contou com a participação de 14 profissionais das áreas de RH e Comunicação e marca a ampliação da oferta de eventos do Centro, conhecido atualmente pelos retiros e cursos de espiritualidade que promove.

A ferramenta de Comunicação Não Violenta (CNV), criada pelo americano Marshall Rosenberg, tem por objetivo a mudança de perspectiva nos relacionamentos, permitindo que se tenha consciência das necessidades do outro, e consiga percebê-lo com mais respeito e acolhimento.

O diretor do CECREI, Ir. Celso Flach, destacou que a oferta de eventos voltados às demandas específicas dos clientes faz parte de um novo posicionamento da obra. “Até pouco tempo atrás éramos uma casa de retiros voltada mais para a linha religiosa e, agora, estamos abrindo nossos horizontes, recebendo os mais variados tipos de eventos e de públicos. O tema de comunicação não violenta converge com tudo aquilo que o CECREI busca compartilhar”, disse o jesuíta.

Diretora da LF Comunicação Integrada, Vivian Laube, ressaltou a importância do tema, que tem gerado reavaliações significativas nas relações interpessoais do quadro de instituições e empresas. Utilizando-se de “empatia”, termo em voga na atualidade, o método abre espaço para o diálogo – corporativo ou pessoal – entre os diferentes níveis hierárquicos, contribui para segurança no trabalho, além de gerar engajamento e autonomia, “melhorando o ambiente organizacional”.

“O ambiente organizacional precisa abrir-se para escutar as pessoas, dando atenção ao sentimento delas. As instituições e empresas são feitas por seres humanos, que têm sentimentos, emoções. Precisamos saber lidar com isso no dia a dia, criando a qualidade de vínculo necessária ao atendimento das necessidades de todos”, ressaltou Vivian Laube.

 

Fonte: CECREI (São Leopoldo/RS)