Jovem pesquisador recebe prêmio internacional na área química

Gustavo Vieira Olivieri é ex-aluno do programa de Mestrado em Engenharia Química da FEI

Com menos de cinco anos de existência, o Mestrado em Engenharia Química do Centro Universitário FEI qualifica profissionais para desenvolver ciência e tecnologia e superar os grandes desafios encontrados na academia e na indústria. Um dos exemplos de êxito foi o projeto da dissertação de Mestrado de Gustavo Vieira Olivieri, ex-aluno do curso (foto à esquerda). Ele foi escolhido pela Calorimetry Conference (Calcon 2018) como um dos ganhadores do mais importante prêmio internacional na área de Calorimetria e Termodinâmica Química. O prêmio é em memória do professor William Giauque e leva o nome do ganhador do Nobel de Química de 1949.

Gustavo Olivieri concluiu o Mestrado recentemente sob a orientação do coordenador de graduação e pós-graduação da FEI, Prof. Dr. Ricardo Belchior Torres. O conhecimento dessas propriedades termodinâmicas desenvolvidas na pesquisa é muito importante na Engenharia Química. A substância de interesse principal no estudo (dimetilcarbonato) tem atraído atenção nas últimas décadas devido às suas extensas aplicações em vários produtos farmacêuticos, revestimentos e eletrólitos de baterias, além de aditivo para combustíveis.

A CalCon é a mais importante conferência em calorimetria no mundo e, na edição de 2018, foi realizada simultaneamente com a International Conference on Chemical Thermodynamics (ICCT), entre os dias 5 e 10 de agosto, no Granlibakken Tahoe, Estados Unidos. Gustavo acredita que um dos fatores que contribuíram para a premiação foi a dimensão do estudo, que envolveu uma ampla e cuidadosa determinação de dados experimentais. “Fiquei muito emocionado ao saber que meu projeto havia sido creditado a receber o prêmio, pois é um reconhecimento por ter realizado uma contribuição para a área de pesquisa. Expor oralmente meu projeto para diversos pesquisadores renomados na área de Termodinâmica Química foi uma experiência que, sem dúvidas, abrirá as portas para novas oportunidades tão incríveis como esta”, celebra o mestre em Engenharia Química pela FEI.

Para Ricardo Belchior, a conquista do prêmio é resultado das pesquisas que vêm sendo realizadas pelo grupo de Termodinâmica Química da FEI desde 2005, bem como o comprometimento da instituição com a comunidade científica. “Não foi nenhuma surpresa para mim a conquista do Prêmio. Tive o privilégio de orientar o Gustavo durante a sua iniciação científica e no seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Submetemos um projeto para a FAPESP ( Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e ele foi o primeiro bolsista do Mestrado em Engenharia Química da FEI contemplado com financiamento da fundação paulista. A concessão da bolsa nos deu tranquilidade para novos desafios nas nossas pesquisas. Isso foi fundamental para que eu submetesse o trabalho dele para concorrer ao Willian F. Giauque Memorial Award. Espero que o prêmio seja uma inspiração para ele buscar novos desafios em um Programa de Doutorado e para os demais alunos da FEI”.

Fonte: FEI (São Paulo/São Bernardo do Campo)