Mística Inaciana é tema de encontro no Recife

Padre Alfredo Sampaio ministrou minicurso sobre o tema

O secretário para Colaboração, Fé e Espiritualidade da Província dos Jesuítas do Brasil – BRA, padre Alfredo Sampaio Costa, ministrou o minicurso Mística Inaciana, entre os dias 21 e 23 de agosto, na Unicap (Universidade Católica de Pernambuco). No encontro, que fez parte da Semana Inaciana promovida pela instituição, o jesuíta relacionou o perfil de Santo Inácio e as fases de sua vida com questões contemporâneas a partir de sua vivência espiritual.

O jesuíta explicou que a mística inaciana passa também pelo cuidado com o meio ambiente. Inspirados, os jesuítas elaboraram um documento chamado Curar um Mundo Ferido, que, por sua vez, influenciou a encíclica papal Laudato Si’ (Sobre o cuidado da casa comum), escrita pelo Papa Francisco que é jesuíta. “Esse documento trata da questão ecológica e de como os jesuítas devem responder a ela. O Pontífice respondeu escrevendo uma encíclica”, afirmou padre Alfredinho, como é conhecido.

O encontro contou com um  público bem diversificado, (homens,  mulheres, jovens e adultos), todos interessados em conhecer um pouco mais sobre a espiritualidade de Inácio de Loyola. “Faço parte de um grupo que tem centro a espiritualidade inaciana e esse minicurso tem sido riquíssimo. Só temos acesso por meio dos livros e esse encontro é uma oportunidade, porque há uma interação, podemos tirar dúvidas, partilhar nossas experiências e escutar as experiências dos outros”, disse o administrador de empresas, Matheus Vinícius Brito Silva, 24 anos.

Já a professora Cristina Franca Bandeira dos Santos, 47 anos, veio em busca de aprofundar o embasamento teórico. Ela contou que já fez algumas etapas dos exercícios espirituais. “O momento desse curso está sendo o acompanhamento espiritual que naquele primeiro curso que eu realizei foi oferecido, mas eu não consegui vivenciar em sua totalidade”, disse ela ao se referir a um curso feito em Educação à Distância (EaD) por outra instituição.

Cristina é ex-aluna de Letras Português-Inglês da Unicap, mas o grupo conta ainda com pessoas das áreas do Direito e Psicologia. Padre Alfredo disse que a metodologia utilizada visa a interação com e entre elas. “A ideia é fazer um diálogo com eles. Na medida que vão se apresentando, os alunos vão construindo e reconstruindo o percurso interior deles”, explicou.

 

Fonte: Unicap (Recife/PE)