Província dos Jesuítas do Brasil realiza II Encontro de Comunicadores


Nesta quarta-feira (23), teve início o II Encontro de Comunicadores da Província dos Jesuítas do Brasil – BRA. Cerca de 50 colaboradores participam do evento, no Centro Cultural João XXIII, no Rio de Janeiro (RJ). Na programação, estão incluídas palestras, oficinas e reflexões sobre os desafios comunicacionais da Companhia de Jesus e suas Obras no Brasil, além de troca de experiências entre os comunicadores.

No primeiro dia, o Ir. Eudson Ramos, sócio do provincial, deu as boas-vindas aos participantes. Na ocasião, o jesuíta falou sobre as mudanças na organização da BRA, como a criação dos Núcleos Apostólicos em substituição as Plataformas Apostólicas e frisou que, com base nisso, a Companhia de Jesus é chamada a um novo desafio. “Nós temos um novo desafio, o desafio de traçar um plano em rede”, afirmou.

Segundo ele, esse trabalho tem diversas frentes, um exemplo é a rede de educação. “O primeiro desafio é que cada um consiga trabalhar com seus pares, isso será um bom passo. Em seguida, fazer um trabalho intra-apostólico, pois a perspectiva é trabalhar transversalmente”, ressaltou o sócio, acrescentado: “contamos com a colaboração de vocês”.

Ir. Eudson frisou que a missão da Companhia de Jesus é universal e, hoje, todos são chamados a ter uma maior conexão. “A proposta, para vocês, é aprofundar as formas de contribuir com a missão da Província BRA. Neste encontro, espero que vocês possam aprofundar o que cada obra tem feito pensando na perspectiva da Província”, disse. Para ele, os colaboradores da Província BRA precisam ser mais do que bons profissionais. “Precisamos questionar qual o nosso diferencial, qual o nosso magis, enquanto pessoas e profissionais. O magis é algo que nos diferencia e que nos capacita para desenvolver a colaboração na missão”, finalizou.

Em seguida, o Pe. Anselmo Dias, coordenador da Equipe de Comunicação da BRA, falou sobre as principais realizações da Comunicação da Província ao longo de 2017. Segundo ele, atualmente, existem mais de 100 obras jesuítas no Brasil. “Hoje, temos contato ativo com cerca de 90 obras e o principal papel da comunicação é ajudar na articulação delas”, afirmou.

O jesuíta falou também sobre as perspectivas para a Comunicação da Província BRA e ressaltou a importância da capacitação técnica dos profissionais e do aprofundamento no conhecimento sobre a Companhia de Jesus.

O encontro, que vai até sexta-feira (25), ainda contará com a apresentação de boas práticas de comunicação nas obras jesuítas, palestras e reflexões sobre a Polícia de Comunicação da BRA.