Ser mais consciente


Com o tema central Ser + Consciente, o Programa MAGIS Brasil, ação apostólica da Companhia de Jesus junto aos jovens, busca inspirar a vivência da fé madura e do engajamento social crítico. Na 43ª Edição do informativo Em Companhia (Abril 2018), você confere uma matéria especial sobre o que é ser mais consciente à luz da espiritualidade inaciana. Abaixo, confira o editorial desta edição:

 

Conscientizar-se é um ato de humanização. Isso significa reconhecer que estamos em constante construção de nós mesmos e da sociedade em que vivemos. Como diz o poeta Murilo Mendes, “nascer é muito comprido” ou, ainda, como nos ensinou o educador Paulo Freire, “estamos inacabados e não prontos”. Significa também reconhecer que, impulsionados pelo modo de vida do capitalismo neoliberal, avançamos num processo de desumanização que urge ser revertido. Nesse modelo, contraditoriamente, o imenso progresso tecnológico e a produção de riquezas andam lado a lado com o aumento da pobreza, da destruição ambiental, das desigualdades, dos fundamentalismos religiosos e culturais, do desemprego e da precarização do trabalho, que condenam multidões a viverem de forma sub-humana. Ser mais consciente provoca-nos a desnaturalizar todas essas relações e estruturas que desumanizam porque impedem o ser humano de realizar as suas possibilidades e de ser mais.

Na espiritualidade inaciana, ser mais é uma interpelação genuína de quem, tendo conhecido intimamente Jesus de Nazaré, busca a radicalidade de uma vida que expressa o seguimento a Ele. É diante d´Ele que nos sentimos chamados a superar-nos, a desafiar-nos, mas também a esvaziar-nos, para mais amar. Assim, o magis inaciano, embora parta do dinamismo natural que leva o ser humano a uma atitude de busca permanente, somente se realiza num modo de sentir e proceder orientado pelo desejo de seguir Jesus.

“Na espiritualidade inaciana, ser mais é uma interpelação genuína de quem, tendo conhecido, intimamente, Jesus de Nazaré, busca a radicalidade de uma vida que expressa o seguimento a Ele”

É nesse sentido que, com o tema Ser mais consciente, a ser trabalhado durante todo o ano de 2018, o Programa MAGIS Brasil interpela-nos a radicalizar, a exemplo de Jesus, a nossa humanidade.

Três atitudes fundamentais marcam o processo de conscientização: conhecer a realidade, atuar no mundo e assumir uma posição utópica. Desse modo, podemos dizer que ser mais consciente é aproximar-se, criticamente, da realidade, desvelando as estruturas políticas, econômicas e culturais que condicionam o modo como homens e mulheres estão no mundo. Mas a conscientização somente se realiza na práxis, a relação entre reflexão e ação. Por isso ser mais consciente é também implicar-se com a transformação da realidade, reconhecendo-se no mundo e com o mundo. Por fim, ser mais conscientes move-nos a uma posição utópica à medida que alimenta em nós uma atitude que é profética: denunciar as estruturas desumanizantes e anunciar as estruturas humanizantes, que nos aproximam do Reino.

Desejamos que, trabalhando com o tema comum Ser mais consciente, proposto pelo Programa MAGIS Brasil, jovens e adultos ligados à Companhia de Jesus reconheçam-se como sujeitos que fazem e refazem o mundo, com a coragem e a audácia proféticas da qual nos fala o Papa Francisco.

 

Boa leitura!

Vanessa Araújo Correia é jornalista, especialista em juventude, mestre em Estudos Culturais e coordenadora de projetos no Centro MAGIS Anchietanum, em São Paulo (SP).

 

Quer ler a edição completa desta edição do Em Companhia ? Então, clique aqui!