Noviciado Jesuíta inaugura Ecoponto


O Noviciado Nossa Senhora da Graça, em Feira de Santana (BA), inaugurou um ecoponto para a seleção de material reciclável gerado pela comunidade. Segundo o padre José Paulino Martins, a coleta seletiva já era feita pelo noviciado, mas o novo espaço destinado, exclusivamente, para o ecoponto permite organizar melhor o material destinado para a reciclagem, favorecendo o trabalho de separação e quantificação. “Os espaços e recipientes que recebem o material que será reciclado estão assinalados com placas de símbolos e cores diferentes, consoante o tipo de material reciclável a que se destinam”, afirma.

“Fazer a coleta seletiva é um hábito que tem mudado a maneira como os noviços encaram a produção de plásticos, papéis, alumínio e outros resíduos sólidos”

Padre Paulino

Simples e eficiente, a estrutura conta com mais de 15 tipos distintos de materiais recicláveis, que são separados e enviados para uma cooperativa de reciclagem local.  “Fazer a coleta seletiva é um hábito que tem mudado a maneira como os noviços encaram a produção de plásticos, papéis, alumínio e outros resíduos sólidos”, explica padre Paulino.

O ecoponto recebeu o nome de Laudato Si´, em referência à carta encíclica do Papa Francisco sobre o cuidado da casa comum. Nesse texto, o Pontífice chega a afirmar, sobre os problemas ambientais que afligem o planeta, que “estão intimamente ligados à cultura do descarte, que afeta tanto os seres humanos excluídos como as coisas que se convertem rapidamente em lixo. Note-se, por exemplo, como a maior parte do papel produzido se desperdiça sem ser reciclado. […] O sistema industrial, no final do ciclo de produção e consumo, não desenvolveu a capacidade de absorver e reutilizar resíduos” (Laudato Si´, 22). “O ecoponto Laudato Si´ é uma resposta simples e generosa à advertência do Papa Francisco”, finaliza padre Paulino.

 

Essa matéria foi publicada na 43ª Edição do informativo Em Companhia (Abril 2018). Quer ler a edição completa? Então, clique aqui!