Canonização de Anchieta completa quatro anos

Apóstolo do Brasil foi canonizado por meio de um decreto assinado pelo Papa Francisco

Nesta terça-feira (3), celebramos os quatro anos da canonização de José de Anchieta, o Apóstolo do Brasil e Padroeiro da Província dos Jesuítas do Brasil – BRA.

O decreto de canonização do jesuíta foi assinado em 2014 pelo Papa Francisco, que serviu-se da chamada ‘canonização equipolente’, isto é, sem a comprovação de milagre, mas pelo decurso de vida do então beato. Dia depois da assinatura do documento, o Pontífice presidiu uma missa de ação de graças na Igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma (Itália).

Em sua homilia, pronunciada em espanhol, Francisco ressaltou que São José de Anchieta soube comunicar o que ele viu e ouviu do Senhor. Abaixo, confira um trecho da fala:

“Ele [Anchieta], juntamente com Nóbrega, é o primeiro jesuíta que Inácio envia para a América. Um jovem de 19 anos… Era tão grande a alegria que ele sentia, era tão grande o seu júbilo, que fundou uma Nação: lançou os fundamentos culturais de uma Nação em Jesus Cristo. Não estudou teologia, também não estudou filosofia, era um jovem! No entanto, sentiu sobre si mesmo o olhar de Jesus Cristo e deixou-se encher de alegria, escolhendo a luz. Esta foi e é a sua santidade. Ele não teve medo da alegria.”

Para relembrar esse momento, o Vatican News publicou esse trecho da missa. Confira:

Fonte: Vatican News