Grupo de capoeira da Unicap completa 35 anos

Proposta da iniciativa é ensinar técnica a comunidade educativa da instituição

O grupo de Capoeira Chapéu de Couro, da Unicap (Universidade Católica de Pernambuco), completou 35 anos de existência no dia 28 de fevereiro. Criado em 1983, o grupo surgiu com a proposta de ensinar capoeira aos alunos, funcionários e professores da Unicap.

A iniciativa foi dos mestres Corisco e Biliro, com o apoio do coordenador-geral de Esportes, professor Fernando Lapa, que hoje, também, coordena o Núcleo de Prática Jurídica da Universidade – Astepi, e do professor Armando Costa Carvalho, à época coordenador-geral Comunitário, que os contratou como funcionários da Católica. De lá para cá, já passaram mais de mil alunos pela sala de aula do mestre Corisco.

Nesses 35 anos de existência, o Chapéu de Couro deu vários frutos, dentre eles, ex-integrantes do grupo que fundaram, em 1993, na Suíça, o grupo de mesmo nome para difundir a Capoeira na Europa; criação da turma especial, em 2002, formada por integrantes portadores de necessidades especiais, incluindo Síndrome de Down; participações na Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, em 2015, dentre outros.

Em 2014, a Capoeira foi reconhecida pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade. A Unicap é a primeira e a única universidade do País a contar com um grupo de capoeira da instituição. Atualmente, o Chapéu de Couro conta com cerca de 40 integrantes, sendo 20 da turma especial, que se destaca pelo número, acima da média, de integrantes mulheres e como núcleo formador de professores e contramestres. Quer saber mais? Então, clique aqui!

 

Fonte: Unicap (Recife/PE)