Em vídeo, Papa ressalta necessidade da Igreja crescer no discernimento espiritual


Na série O Vídeo do Papa, edição de março, Francisco insiste na necessidade da Igreja crescer no discernimento espiritual. O Pontífice não oferece receitas, mas nos convida a discernir as situações pessoais e comunitárias, nos colocando na escuta do Senhor. “Rezemos juntos para que toda a Igreja reconheça a urgência da formação a partir do discernimento espiritual, no plano pessoal e comunitário”, pede Francisco. “Discernir, entre todas as vozes, qual é a voz do Senhor, qual é a voz d´Ele que nos conduz à Ressurreição, à Vida, e a voz que nos livra de cair na ‘cultura da morte’”, afirma.

Em setembro de 2017, em um curso de formação para novos bispos, o Papa já havia falado sobre sua preocupação pelo tema e fez um claro chamado aos assistentes. Segundo ele, “discernir significa humildade e obediência. Humildade, respeito aos próprios projetos. Obediência, respeito ao Evangelho, como último critério; ao Magistério, que o guarda; às normas da Igreja universal, que o servem; e às situações concretas das pessoas, pelas quais não querem nada além de retirar do tesouro da Igreja tudo o que é frutífero para a sua salvação”, explicou.

“O tempo em que vivemos exige de nós desenvolver uma profunda capacidade de discernimento”, afirma Francisco no vídeo. “Necessitamos ‘compreender a partir de dentro’ o que o Senhor nos pede, para viver no amor e ser continuadores desta sua missão de amor”, acrescentou.

Para o padre Eliomar Ribeiro de Souza, diretor nacional da Rede Mundial de Oração do Papa e do MEJ (Movimento Eucarístico Jovem), o discernimento nasce no coração e na mente de cada cristão por meio da oração. Segundo o jesuíta, “precisamos de uma melhor formação para o discernimento tanto a nível espiritual como comunitário, como nos pede o Papa neste mês. Olhar o mundo com o olhar amoroso e compassivo de Deus e fazer opção pela vida, essa é a arte do discernimento”.

“Rezemos juntos para que toda a Igreja reconheça a urgência da formação a partir do discernimento espiritual, no plano pessoal e comunitário”

Papa Francisco

O padre Frédéric Fornos, diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) e do MEJ, ressalta que “o discernimento espiritual é a bússola que nos permite reconhecer a ação do Espírito Santo em nossa vida, em nossas comunidades e no mundo. Hoje, como ontem, Deus continua agindo e acompanhando a sua Igreja, mas muitas vezes não reconhecemos sua voz”. O jesuíta acrescenta também que “a formação no discernimento, como disse Francisco, é urgente, pois nos ajuda a escutar, a reconhecer e a ser dóceis ao Espírito do Senhor nos grandes desafios do mundo e da missão da Igreja. Sem o discernimento espiritual e pastoral estamos cegos”.

Padre Eliomar nos pede para estamos “atentos aos sinais urgentes que a realidade nos apresenta e que precisam passar pela peneira da oração, da contemplação, para darmos respostas que evidenciam o valor da vida, a presença de Deus, as capacidades de cada ser humano que nos rodeia”.

As intenções de oração são confiadas mensalmente à Rede Mundial de Oração do Papa. O Vídeo do Papa é produzido pela La Machi Comunicação para Boas Causas com o apoio da Companhia de Jesus, IndigoMusic, GettyImagesLatam, Doppler Email Marketing e a colaboração do Centro Televisivo Vaticano. Tem também como parceiro de mídia Aleteia. Desde seu lançamento em janeiro de 2016, teve mais de 19 milhões de visualizações em suas redes próprias. Quer assistir a todos os vídeos? Clique aqui!

Fonte: Pe. Eliomar Ribeiro/ Rede Mundial de Oração do Papa 

Foto: Reprodução