Papa Francisco envia Rosa de Ouro para Santuário Nacional de Aparecida

Cerimônia fez parte da celebração do jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida

O Santuário Nacional de Aparecida recebeu, em 9 de outubro, a terceira Rosa de Ouro pela comemoração do jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida. Enviado pelo Papa Francisco, o presente representa a particular estima do Pontífice por personalidades e santuários insignes, tendo sido anteriormente pelos Papas Paulo VI e Bento XVI.

A terceira entrega histórica foi feita pelo cardeal italiano Giovanni Battista Re, Legado pontifício e representante do Papa Francisco. Ao acolhê-lo, Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, recordou a visita de Nossa Senhora a sua prima Isabel: “De onde nos vem a honra de receber o cardeal? Vem em nome do Papa Francisco, vem como peregrino, vem nos confirmar na fé. Nós o recebemos de braços abertos, é grande a nossa alegria e profunda a nossa gratidão.”

Após ser acolhido, o enviado do Papa saudou os religiosos presentes e os brasileiros que “vindos de perto e de longe”, celebram os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. O cardeal frisou que Ela é “a Mãe de todos os brasileiros” e recordou que esta é uma festa da fé de um povo que tem “raízes profundas cristãs e marianas”.

“O Papa Francisco incumbiu-me de trazer uma Rosa de Ouro como símbolo de sua devoção à Rainha e Padroeira do Brasil. Como expressão de seu carinho pelo povo brasileiro, esta Rosa permanecerá neste Santuário como testemunho da oração do Papa pelo progresso espiritual, moral e material do Brasil”, disse o cardeal.

O enviado do Papa Francisco frisou a importância do povo brasileiro se refugiar sob a proteção de Maria em sua luta do bem contra o mal, lembrando que Nossa Senhora é uma Mãe amorosa que dirige os passos de seus filhos pelo caminho certo: “Possa a celebração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida ajudar-nos a revigorar nossas forças espirituais para não perdermos jamais a coragem frente às adversidades da vida, possa sustentar-nos na busca da vontade de Deus a nosso respeito, pois só nela encontraremos a paz. Que a Santíssima Virgem Maria seja a nossa guia e sempre nos indique a direção certa a seguir no meio das sendas no caminho da vida”.

Após seu discurso, o cardeal entregou a Rosa de Ouro a dom Orlando Brandes e ao padre João Batista de Almeida, reitor do Santuário Nacional, que retribuíram o gesto entregando ao enviado do Papa uma imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Fonte: Canção Nova