JESEDU-Rio2017

Congresso Internacional reúne mais de 110 participantes no Rio de Janeiro

Entre os dias 15 e 20 de outubro, a cidade do Rio de Janeiro (RJ) será a sede do JESEDU-Rio2017, primeiro Congresso Internacional dos Delegados de Educação da Companhia de Jesus. Com 117 participantes de diferentes lugares do mundo, o evento começou no domingo, com a missa inaugural presidida pelo padre João Renato Eidt, Provincial dos Jesuítas do Brasil. Na segunda-feira, o padre José Alberto Mesa, secretário de Educação Secundária e Pré-secundária da Companhia de Jesus, deu as boas-vindas aos presentes e lembrou que o JESEDU-Rio2017 terá como foco o desafio de criar uma agenda comum para o trabalho educativo e de formular respostas globais frente aos quatro temas principais do congresso: Inovação, Diálogo inter-religioso, Justiça Social e Ecologia, e Trabalho em Rede. O jesuíta animou a comunidade educativa “a pensar globalmente, sem perder as raízes locais, para atingir nossas metas conjuntas como rede”.

No primeiro dia do JESEDU-Rio2017, os presentes puderam ouvir o diretor de St. Louis University High School, em St. Louis (Missouri/EUA), David Laughlin. Em seu discurso, ele lembrou que a inovação está no núcleo da Companhia de Jesus e sua missão em todo o mundo, fazendo-se presente desde a fundação. Esta afirmação conduziu à pergunta: Como usamos a inovação e nos adaptamos à nossa história à medida que avançamos? Em seguida, o apelou a revisitar a estrutura do passado como elemento essencial para determinar a forma como a Companhia de Jesus continuará servindo a sua missão educativa. Outro apelo feito foi “a não ter medo, já que o medo e a tirania do imediato podem, com frequência, nos impedir o necessário processo de inovação e adaptação, ao mesmo tempo que limitam a nossa consciência sobre a dimensão global de nossa rede”.

No debate posterior a esta apresentação, os participantes acolheram e coincidiram sobre a importância de inovar na educação, na pedagogia e no trabalho em rede. Também afirmaram que a diversidade de nossos contextos locais não deve ser barreira para a inovação, nem obstáculo para aprofundar relações dentro de nossa rede. Pelo contrário, representa parte da riqueza com que contamos para promover a inovação.

Durante o debate, foi identificado ainda o discernimento como um elemento fundamental para continuar enriquecendo a missão educativa da Companhia de Jesus, não apenas entre os Delegados Provinciais de Educação ou entre os representantes das redes regionais e globais, mas tornando-o extensivo ao conjunto de gestores, professores, colaboradores, pais, mães, alunos e todos aqueles que fazem parte de nossas comunidades educativas.

 

Fonte: JESEDU-Rio2017