Pe. Gerardo Cabada é homenageado em Minas Gerais


Pe. Cabada (esq.) recebe o Título de Cidadão Honorário de Juiz de Fora do vereador Dr. Antônio Aguiar

O padre Gerardo Cabada Castro foi homenageado pela Câmara Municipal de Juiz de Fora (MG), no dia 5 de setembro, em Sessão Solene. O jesuíta recebeu o Título de Cidadão Honorário de Juiz de Fora.

Pe. Cabada, que atua na cidade há muitos anos, veio da Espanha para o Brasil, em 1954, a convite do padre João Bosco Penido Burnier. Em sua primeira passagem pela cidade mineira, de 1971 a 1980, o jesuíta atuou como coordenador geral e coordenador do 2º Grau (atual Ensino Médio) do Colégio dos Jesuítas.

Em 2002, após um período de missões nos colégios São Luís, em São Paulo (SP), e Antônio Vieira, em Salvador (BA), padre Cabada retornou a Juiz de Fora, onde segue colaborando na formação de crianças, adolescentes e jovens.

O jesuíta é conhecido por todos por ter os ouvidos e o coração sempre abertos aos alunos, familiares, antigos alunos e educadores da instituição.

Nem aos finais de semana, o jesuíta diminui seu ritmo de trabalho, reunindo-se aos sábados com o Grupo de Jovens da Paróquia de São Mateus e celebrando, aos domingos, Missas na Capela Santo Inácio (Colégio dos Jesuítas, às 10h30) e na Igreja de São Mateus, às 18h.

Aprovado pelo Legislativo Municipal, o Projeto de Lei de autoria do vereador Dr. Antônio Aguiar, que concede o Título de Cidadão Honorário de Juiz de Fora ao padre Cabada, transformou-se na Lei nº 13.541, de 26 de julho de 2017.

 

Fonte: Colégio dos Jesuítas (Juiz de Fora/MG)