Estudantes participam da 2ª edição do Projeto Arapiuns

Alunos dos colégios Santo Inácio e São Luís passaram uma semana no Pará

No final de junho, a convite do Colégio Santo Inácio (RJ), estudantes do segundo ano do Ensino Médio do Colégio São Luís integraram o Projeto Arapiuns – Missão Anã, que promove a imersão em uma comunidade ribeirinha no estado do Pará.

Acompanhados por educadores dos dois colégios, o grupo de 18 pessoas rumou a Santarém e, de barco, chegou à comunidade de Anã, à beira do rio Arapiuns, afluente do Tapajós. “Em Anã, não há luz elétrica, nem linhas telefônicas, nem sinal de telefone celular, o que significa também ausência de acesso à internet”, conta Caroline Freitas, educadora do São Luís.

Com o objetivo de participar da vida da comunidade, os alunos dormiram em redes e participaram da rotina da escola Nossa Senhora de Fátima por cinco dias. Lá, brincaram com as crianças, ofereceram oficinas para complementar os conteúdos sobre higiene e saúde já estudados na escola e promoveram uma conscientização sobre doenças e outros temas. A preparação desse conteúdo foi realizada antes da missão, em reuniões semanais entre paulistas e cariocas por videoconferência.

De propósito, a data da missão coincidiu com três eventos esperados pela comunidade: o Sarau, uma grande festa de celebração da cultura e dos costumes, com a participação dos estudantes da escola local; a Ação Social, dia de resolver pendências com órgãos do governo, como tirar RG, tomar vacinas e realizar testes de saúde etc.; e o Dia da Beleza, em que se promovem cortes de cabelo, manicure, maquiagem, pintura facial nas crianças e confecção de bijuterias.

Na volta da missão, os estudantes do Colégio São Luís prepararam um trabalho transdisciplinar, de 65 páginas, relacionando as vivências no Pará aos conteúdos aprendidos em sala de aula. No Santo Inácio, houve uma partilha sobre as experiências e as aprendizagens na viagem.

“A imersão em uma realidade tão distinta da que estamos acostumados, em uma situação em que estávamos lá para praticar o princípio inaciano de ‘em tudo amar e servir’, nos permitiu perceber quais são as coisas que importam na vida e aquelas que não fazem diferença”, comenta Caroline.

QUER SABER MAIS?

Acesse issuu.com/noticiassj e leia a 35ª edição do informativo Em Companhia (Junho/2017), que contou um pouco mais sobre o projeto na perspectiva dos alunos e educadores do Colégio Santo Inácio.

 

Fonte: Colégio São Luís (São Paulo/SP)