Experiência MAGIS: Peregrinação 300 anos de Aparecida


Para celebrar o jubileu de 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, o Programa MAGIS Brasil, por meio do Centro MAGIS Anchietanum, promoverá uma peregrinação entre os dias 7 e 10 de setembro. A experiência será realizada em um dos trechos do Caminho da Fé, rota que fica no interior de São Paulo e que foi inspirada no Caminho de Santiago de Compostela (Espanha).

Segundo Osvaldo Meca, agente de Pastoral do Anchietanum, os peregrinos farão um pequeno trecho desse percurso, um total de 75 Km – a rota original tem cerca de 970 Km. “Iremos de Campos do Jordão até Aparecida, ambas cidades do estado de São Paulo, em quatros dias. Vamos caminhar durante o dia e dormir em pousadas já delimitadas por essa estrutura do Caminho da Fé. Além disso, como pelo caminho nem sempre terá lugares para almoçar, cada jovem levará frutas secas, cereais, etc.”, explica.

“Essa experiência possibilitará aos peregrinos um espaço de relacionamento consigo mesmo, com Deus e com as pessoas […]”

Osvaldo Meca, agente de Pastoral do Anchietanum

Chamada de Experiência MAGIS: Peregrinação 300 anos de Aparecida, o percurso será realizado de um modo inaciano, ou seja, por meio da caminhada orante, da vivência em grupo, da oração pessoal e da partilha. “Essa experiência possibilitará aos peregrinos um espaço de relacionamento consigo mesmo, com Deus e com as pessoas que caminham junto, além das que encontraremos no caminho. Para sintetizar: o que importa é estar no caminho, e não apenas chegar”, afirma Osvaldo, que participará da peregrinação.

O agente de Pastoral do Anchietanum conta ainda que a peregrinação tem início bem antes da caminhada. “Enviamos conteúdos de preparação e oração aos participantes, que já começam a se preparar espiritual e fisicamente”, conta. Os peregrinos vão contar também com um material de oração que será usado durante o caminho, a fim de ajudar na experiência pessoal e em grupo. “A motivação de fazer um material próprio é rezar a Peregrinação de um jeito bem inaciano e, sobretudo, trazer a pessoa de Maria para rezarmos. Além disso, os jovens poupam espaço e peso na mochila, pois já vamos colocar os textos bíblicos e espaço para anotação em um único livrinho, e assim não precisam levar a Bíblia e o caderno”, esclarece Osvaldo.

Com cerca de 15 jovens, entre homens e mulheres, o grupo é formado por pessoas de diferentes localidades: Grande São Paulo (SP), Cascavel e Tupãssi (PR), Belém (PA), além de uma irmã mexicana, que reside no Brasil. Para Osvaldo, os peregrinos devem, “mais que esperar algo, se colocar em espírito de despojamento, de um coração pronto para receber o que o caminho os reserva. Essa experiência, é claro, sempre proporciona transformação a partir da Graça de Deus, pois nos coloca em um grau muito próximo de intimidade com Ele”, conclui.

CAMINHO DA FÉ

Inspirado no milenar Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), o Caminho da Fé foi criado pensando nas pessoas que sempre fizeram peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida (SP), para oferecer-lhes os necessários pontos de apoio e infraestrutura.

Saiba mais: www.caminhodafe.com.br