Unisinos e Embaixada da Coreia do Sul realizam festival

Evento abordou a cultura, a política e o desenvolvimento do país asiático

A Unisinos (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), em parceria com a Embaixada da República da Coreia no Brasil, realizou o Festival República da Coreia – Política, Cultura e Desenvolvimento, nos dias 24 e 25 de agosto, no campus da universidade, em Porto Alegre (RS).

O Festival foi uma oportunidade para conhecer um pouco mais sobre o país que vai sediar os Jogos de Inverno 2018, em PyeongChang. Durante os dois dias, o evento promoveu palestras, exibição de filmes, oficina de gastronomia, concurso de declamação de poesia, exposição de fotos e atividades tradicionais, como escrita no leque, jogos e degustação de chás típicos.

Uma das palestras foi a Aula Inaugural do Curso de Relações Internacionais da Unisinos, que contou com a presença do reitor da universidade, padre Marcelo Fernandes de Aquino. A atividade foi realizada em conjunto com a palestra A Situação da Península Coreana do Embaixador da República da Coreia no Brasil, Jeong Gwan Lee.

A diretora do Centro Educacional Coreano em São Paulo, Soyeon Kim, e a representante Elizabeth Eira Hwang, ministraram a palestra Educação e Oportunidades de Intercâmbio. No evento foram apresentadas informações sobre o programa de bolsas do governo coreano, o KGSP. Além disso, os estudantes puderam conhecer as oportunidades disponíveis para intercâmbio entre universidades.

Os filmes The Front Line (Hung Jang) e Welcome to Dongmakgol (Kwang-Hyun Park) foram exibidos em sessão especial, com legenda em português. Os títulos foram escolhidos por retratarem a Guerra da Coreia (1950-1953) e serviram como base contextual para a palestra do Embaixador.

O Festival também deu espaço para a riqueza gastronômica da Coreia, com a Oficina Kimbap. Conhecido no Brasil como “sushi coreano”, o prato é bem diferente no tempero, não leva peixe cru e o seu recheio é geralmente feito com legumes diversos, cozidos ou em conserva, às vezes ovo, presunto e, dependendo do sabor, até carne. Chás tradicionais e sobremesas típicas também foram oferecidos para os visitantes durante o evento.

Além disso, no térreo da Torre Educacional da Unisinos aconteceram atividades tradicionais, como jogos coreanos, escrita no leque, estande temático dos Jogos de Inverno da Coreia em PyeongChang (2018), o Hanbok (trajes típicos do país) e a exposição fotográfica Um olhar brasileiro sobre a Coreia, com 20 fotos produzidas pelo brasileiro Bruno Costa, que vive em Seul. A comunidade acadêmica da Unisinos e do Instituto Sejong também participam de um concurso de declamação de poesia coreana e de frases.

Apresentação cultural

A apresentação do Chicago Korean Dance Company, grupo formado por mulheres coreanas com performances de dança tradicional, encerrou o Festival República da Coreia. Criada em 2009, a Companhia, que tem sede em Chicago (Estados Unidos), tem se destacado na promoção da dança coreana por onde passa. Essa foi a primeira vez do grupo no Brasil. Além de Porto Alegre, o grupo se apresentou em Brasília (DF).

 

Fonte: Unisinos (Porto Alegre/RS)