Conselho de Coordenação do OLMA realiza reunião

Representantes de instituições jesuítas avaliaram o primeiro ano do Observatório

Representantes das instituições que compõem a Rede de Promoção de Justiça Socioambiental da Província dos Jesuítas do Brasil (BRA) reuniram-se no Centro Cultural de Brasília (CCB), nos dias 22 e 23 de agosto, para aprofundar a discussão sobre a identidade, personalidade, perfil e características do OLMA (Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida), que completará um ano de existência em setembro.

De acordo com Luiz Felipe Lacerda, secretário executivo do OLMA, o encontro é “uma forma de revisitar a missão do observatório, avaliar os projetos existentes e os diversos modos de fazer, mas também aprofundar os objetivos na busca de caminhos para ações cooperativas e em rede para 2018”.

A Rede de Promoção de Justiça Socioambiental é composta por 18 instituições (centros, obras e núcleos sociais e acadêmicos) e abrange 10 áreas de ação: Amazônia e Povos Tradicionais, Educação Popular, Política e Cidadania, Economia Solidária, Gênero, Educação para as Relações Étnico-Raciais, Diálogo Inter-religioso, Juventudes, Migrantes e Refugiados, Articulação Institucional e Incidência Política. Ela tem como objetivo observar em profundidade as grandes questões da realidade, além de desenvolver ações de documentação, sistematização, reflexão, formação e articulação.

 

Fonte: Centro Cultural de Brasília – CCB (Brasília/DF)