Trabalho de estudante da Unisinos ganha alcance internacional

Engenheiro desenvolveu procedimento que refaz medições errôneas em GPS's

Ismael Érique Koch, formado pela primeira turma de Engenharia Cartográfica e de Agrimensura da Unisinos (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), em 2016, teve seu trabalho de conclusão de curso publicado na revista internacional da empresa de soluções de informática Elsevier, a Expert Systems with Applications. O estudo de Ismael tem o objetivo de detectar erros em Sistemas de Navegação Global por Satélite (GNSS).

Na época, seu trabalho intitulado A New Approach For Outlier Detection In Gnss Networks, orientado pelo professor e coordenador Reginaldo Macedônio da Silva, recebeu distinção da banca avaliadora. Como consequência do seu empenho e dedicação na elaboração do artigo, o engenheiro conseguiu passar na prova do mestrado e, atualmente, está cursando pós-graduação em Computação Aplicada com uma bolsa de estudos.

Entenda o trabalho

Você já pensou como o GPS consegue nos indicar o melhor trajeto para chegarmos ao local desejado? Ou ainda como ele nos auxilia a fazer check-in em lugares e eventos para postarmos nas redes sociais? Isso acontece através das redes de GNSS.

Porém, enquanto para um carro é aceito um erro posicional de alguns poucos metros, para criar uma rede GNSS para um município, estado ou país, engenheiros cartográficos e agrimensores necessitam ter certeza de que todos os pontos materializados possuam alta precisão.

Pensando nisso, Ismael desenvolveu um procedimento que usa de técnicas da Estatística Robusta combinadas com um método da Inteligência Artificial, com o objetivo de detectar erros nas medições realizadas.

Ismael destaca a importância das redes GNSS na sociedade. “Elas servem de apoio a obras de infraestrutura, como estradas, pontes, túneis, abastecimento de água, esgoto, redes elétricas e telecomunicações. Ou seja, tudo que dependa diretamente de pontos de referência precisos”, conta o engenheiro.

 

Fonte: Unisinos (São Leopoldo/RS)