Vaticano e Centro Islâmico se unem pela paz

Católicos e islâmicos se comprometem com diálogo inter-religioso

Membros do Vaticano e da Universidade egípicia Al-Azhar, considerado o mais importante centro de estudos do Islã, anunciaram que se comprometem a “voltar a promover um diálogo inter-religioso profícuo e eficaz centrado na promoção da paz e na construção de um mundo mais justo”.

“Somente a paz é santa e nenhuma violação pode ser perpetrada em nome de Deus porque profanaria seu nome”

Papa Francisco

Em nota divulgada no dia 4 de julho pelo Pontifício Conselho para o Diálogo inter-religioso, os dois lados firmaram um compromisso que é um complemento do precedente acordo de 28 de maio de 1998 e “está à luz dos discursos do Papa Francisco e do imã Ahmed Muhammad al-Tayyib durante a Conferência de Paz do Cairo, em 28 de abril passado”.

O texto foi finalizado em reuniões para o diálogo entre a entidade católica e o Centro de Al-Azhar, realizadas desde o dia 3 de julho, na Nunciatura Apostólica (Egito).

Em abril, durante a visita à universidade, o Papa Francisco fez um duro discurso contra o “terrorismo religioso” e chamou quem usa a fé para promover atentados como alguém que faz uma “falsificação idolátrica de Deus”. O Pontífice, ao lado do imã islâmico, ainda afirmou: “Somente a paz é santa e nenhuma violação pode ser perpetrada em nome de Deus porque profanaria seu nome”.

 

Fonte: Jornal do Brasil