Fórum sobre envelhecimento acontece na Unicap

A exploração econômica que os idosos sofrem foi o tema da última edição do encontro

Com o tema Exploração econômica: uma violência contra a pessoa idosa, a última edição do semestre do Fórum sobre Questões do Envelhecimento aconteceu no dia 13 de junho, na Unicap (Universidade Católica de Pernambuco). O evento, coordenado pelo professor João Luiz, contou com a presença do músico Gilmar Araújo, que proporcionou à plateia momentos de cantoria e diversão por meio de sucessos nacionais. Araújo aproveitou o momento para lembrar sobre o Dia da Conscientização Contra a Violência à Pessoa Idosa, que aconteceu em 15 de junho.

O Fórum recebeu José Maria, ex-aluno da Unicap integrante da Comissão do Idoso da OAB (Organização dos Advogados do Brasil), Bruno Barros, também da Comissão do Idoso, e Cassilda Medeiros, gerente da pessoa idosa da Prefeitura do Recife (PE).

José Maria abordou a necessidade de envelhecer com dignidade e com respeito. “Envelhecer é uma experiência básica do ser humano”, afirmou. Já Barros falou sobre as fraudes, golpes e corrupção nas filas preferenciais. Lembrou dos direitos previstos no Estatuto do Idoso: a pensão alimentícia, o direito de habitação (de poder escolher se quer morar com uma família, em uma instituição de acolhimento, pública ou privada, ou se prefere morar sozinho); os direitos à assistência médica gratuita, prevenções de doenças, proteção e recuperação da saúde, remédios e próteses.

Tratou também da questão sobre os planos de saúde, cujas mensalidades não podem ser reajustadas. Barros enfatizou que as pessoas com mais de 65 anos têm direito a utilizar os serviços de transporte gratuitamente em viagens intraestaduais e interestaduais se sua renda for igual ou menor a dois salários mínimos, além de dar um alerta especial em relação aos golpes bancários, trocas de cartão no caixa eletrônico por pessoas que fingem ajudar, empréstimos consignados indevidos e golpe de empréstimos. Durante o evento, o público pode tirar suas dúvidas.

No Fórum, Medeiros abordou a exploração imprópria ou ilegal dos recursos financeiros e patrimoniais da pessoa idosa e revelou dados alarmantes de violação dos direitos financeiros dos idosos, denunciados pelo disque 100: 79% dos direitos dos idosos são violados dentro das próprias casas, sendo que 53% dessas violações são realizadas pelos filhos.

A palestrante pontuou também que as disputas familiares pela posse dos bens ou ações delituosas cometidas por órgãos públicos e privados, em relação às pensões, aposentadorias e outros bens, são maneiras frequentes de abuso econômico, financeiro e patrimonial cometido contra os idosos. Falou ainda sobre a importância de realizar as campanhas para informar e capacitar os idosos e assim prevenir todos os golpes e deu dicas para eles ficarem em alerta.

Quem assistiu ao encontro ficou satisfeito com o que absorveu. Marilene Campos, que participa do Fórum desde a primeira edição, elogia o evento: “as músicas são a parte que mais gosto”. Já Rosélia Costa ressalta “o tema foi muito importante. Os idosos quando estão mais fragilizados perdem suas capacidades de ter o controle sobre suas coisas.”

O Fórum sobre Questões do Envelhecimento acontece no auditório na Unicap todas as terça-feira de cada mês, das 14h30 às 17h. Confira a programação do segundo semestre:

08/08: Estudar sempre: aprendizado contínuo

12/09: Drogas lícitas e ilícitas: entorpecimento na velhice

10/10: Relacionamento entre idosos e jovens

14/11: Terapias integrativas e cuidados complementares

 

Fonte: Unicap (Recife/PE)