Luiz Gonzaga Belluzzo faz palestra na Unicap

Economista defendeu que o cidadão precisa ser o foco da mudança econômica

Na foto (esq. p/ dir.), a economista Tânia Bacelar, o presidente da CUT/PE, Carlos Veras, e o economista e professor, Gonzaga Belluzzo.

A necessidade de reconstruir o pensamento econômico tendo o cidadão comum como ator principal foi uma das ideias defendidas pelo economista e professor titular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Luiz Gonzaga Belluzzo.

Ao lado da também economista e consultora Tania Bacelar e do presidente da Central Única dos Trabalhadores em Pernambuco (CUT-PE), Carlos Veras, Belluzzo participou de uma roda de diálogos na Unicap (Universidade Católica de Pernambuco) na noite do dia 9 de junho.

Assessor por 20 anos de Ulysses Guimarães –presidente da Assembleia Nacional Constituinte, que elaborou e promulgou a Constituição de 1988–, o economista classificou o atual momento do Brasil como sendo “uma situação singular”. Belluzzo também fez críticas ao sistema oligárquico da mídia brasileira.

No entanto, sua fala abordou a conjuntura econômica global de prevalência da lógica do capitalismo rentista sobre o capitalismo de produção. “O consumo não consegue mais dinamizar a economia. O neoliberalismo piorou a concentração de renda e de riqueza. Quem tem a alavanca para destravar isso são os bancos e os empresários”.

O professor aponta o capitalismo rentista como uma das causas para a perda de direitos. Para ele, a eleição de Donald Trump e a oposição de parte da sociedade europeia às reformas “são os protestos de quem se sente abandonado” após perder as conquistas sociais do pós-guerra. “É impossível fazer reforma trabalhista sem garantir direitos sociais”.

O evento promovido pela CUT-PE, sindicatos dos bancários e dos trabalhadores em educação, teve apoio do Instituto Humanitas Unicap e do curso de Ciências Econômicas da Universidade Católica de Pernambuco.

“Fico muito feliz em abrir esse espaço de diálogo e cidadania em uma hora em que precisamos muito reconstruir nossa vida democrática”, disse o reitor da Unicap, padre Pedro Rubens Ferreira de Oliveira, ao dar as boas-vindas ao público.

Clique aqui e confira a íntegra do evento.

Fonte: Universidade Católica de Pernambuco (Recife/PE)