Dia de São José Anchieta é comemorado com festa no Espírito Santo

Padroeiro da Província dos Jesuítas do Brasil recebe inúmeras homenagens em junho

Em Anchieta (ES), milhares de fiéis participaram da Festa Nacional de São José de Anchieta. No dia 9, dia do padroeiro e apóstolo do Brasil, aconteceu a Solene Missa, presidida por dom Luiz Mancilha Vilela, arcebispo Metropolitano de Vitória. Nessa mesma data, a capital do Estado foi transferida, por um dia, para a cidade de Anchieta. À noite aconteceu apresentações culturais e musicais e um show pirotécnico para homenagear o santo. Os festejos a São José de Anchieta, que começaram no dia 27 de maio, se encerram com a chegada dos andarilhos dos Passos de Anchieta, no próximo domingo (18), com missa às 19h, no Santuário.

Com o tema Anchieta, o poeta de Maria: Ó Mãe, minha esperança, vida, amor e glória! a celebração reflete, neste Ano Mariano, o grande e profundo amor do padre José de Anchieta pela Virgem Maria.

A festa já faz parte do calendário capixaba, sendo muito aguardada por devotos de diversas regiões do Estado, do Brasil e também de outros países. São 23 dias de evento com uma programação religiosa, cultural, musical e gastronômica, que inclui: Caminhada Luminosa, Missas, Novena, Quermesses, Romaria e a tradicional Caminhada Passos de Anchieta.

Exemplo de evangelização, São José de Anchieta foi declarado Padroeiro do Brasil há três anos, ao lado de Nossa Senhora Aparecida, um ano após ter sido reconhecido como Santo pelo Papa Francisco. Na ocasião, o pedido para que padre José de Anchieta se tornasse Padroeiro do país, e que o Santuário passasse a ser, oficialmente, Santuário Nacional de São José de Anchieta, foi feito pelo padre jesuíta César Augusto dos Santos, hoje reitor do Santuário.

HISTÓRIA

José de Anchieta nasceu na cidade de San Cristóbal de La Laguna, na ilha de Tenerife, arquipélago das Canárias, pertencente a Espanha, no dia 19 de março de 1534. Ele chegou ao Brasil em 1553, em Salvador (BA). O jesuíta fazia parte da Companhia de Jesus e veio para a colônia portuguesa para catequizar os índios. Foi um dos fundadores da cidade de São Paulo e ainda ajudou na fundação do Rio de Janeiro. Viveu parte da sua vida no Espírito Santo, onde morreu em 1597. Neste Estado, fundou a cidade de Reritiba, que hoje recebe o nome de Anchieta. O sacerdote é padroeiro do Brasil, apóstolo do Brasil e padroeiro da Província dos Jesuítas do Brasil, além de ser também padroeiro dos catequistas, dos literatos e da cultura.

Acesse santuariodeanchieta.com e confira a programação oficial da Festa Nacional de São José de Anchieta!

 

Fonte: Santuário Nacional São José de Anchieta (Anchieta/ES) e Folha Vitória