Aprendizes recebem certificado em Teresina

Durante dois anos, 23 jovens atuaram nas unidades da Rede Jesuíta de Educação

O Colégio Diocesano, a Educação Infantil do Diocesano, a Escola Padre Arrupe e a Escola Santo Afonso Rodriguez (ESAR), da Rede Jesuíta de Educação (RJE), em Teresina (PI), se despediram dos 23 aprendizes que atuaram nas instituições, nos últimos dois anos. A cerimônia de entrega dos certificados de participação foi precedida por uma missa na Capela Nossa Senhora das Graças.

Criado com a finalidade de atender à Lei 10.097/2000 e ao Decreto 5.598/2005, que dispõem sobre a inserção de adolescentes no mercado de trabalho, o Programa de Aprendizagem Jovem Aprendiz (PAJA) é uma iniciativa das unidades da RJE na capital piauiense. Para o coordenador do programa, Patrício Guilherme, além de atender a obrigação legal, o PAJA procura oferecer aos jovens uma formação integral, tendo em vista os princípios inacianos. “Buscamos desenvolver todos os aspectos da formação humana, profissional, espiritual e ética desses aprendizes”, ressalta. O prazo máximo de contratação por meio do Programa de Aprendizagem Jovem Aprendiz é de dois anos.

Michele Carvalho, 18 anos, destacou como produtivo os dois anos que passou como aprendiz no Colégio Diocesano: “Foi uma experiência muito agradável. O colégio me ajudou a amadurecer pessoal e profissionalmente”, avalia.

O PAJA é realizado em parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), e envolve também os familiares dos aprendizes. Os jovens frequentam uma vez por semana o CIEE, para as aulas de formação técnica e teórica, e nos outros quatro dias desenvolvem atividades nas unidades da RJE. “Os instrutores do CIEE também são muito capacitados, assim como os colaboradores da RJE, e todos nos ajudaram muito”, afirma Michele.

Após a entrega dos certificados, 14 novos aprendizes foram recepcionados e apresentados. Edivânia Rocha, 17 anos, foi um delas. “Espero ganhar experiência e crescer profissionalmente”, deseja a jovem que atuará na Escola Santo Afonso Rodriguez. Segundo ela, é uma nova etapa em sua vida. “É o meu primeiro emprego, a primeira vez que minha carteira será assinada e estou bastante empolgada”, relata.

 

Fonte: Colégio Diocesano (Teresina/PI)