Padre Kiko professa os últimos votos

Celebração emocionante reuniu familiares e amigos do jesuíta

Um clima de emoção e confraternização tomou conta da missa que marcou a profissão dos últimos votos do padre Francisco Secchim Ribeiro ou simplesmente Kiko, como a comunidade acadêmica se habituou a chamá-lo. A celebração significou a incorporação definitiva dele à Companhia de Jesus. Uma trajetória de 35 anos desde sua entrada no noviciado.

A missa foi presidida pelo Provincial do Brasil, padre João Renato Eidt. Além dos padres que formam a comunidade jesuíta da Unicap (Universidade Católica de Pernambuco) e da residência, também concelebrou a eucaristia o padre Scott Brodeur, professor da Universidade Gregoriana de Roma (Itália), que veio à Unicap para realizar conferências no curso de Teologia.

A família do padre Kiko também estava presente juntamente com dezenas de amigos que lotaram a Capela para prestigiá-lo. Gente que fez questão de demonstrar carinho, afeto e o quanto ele é querido. “Tivemos aqui mais um ato de fé e de entrega a esse Deus que tudo pode em nossa vida. Fico feliz enquanto família por acompanhá-lo nessa vocação. É uma graça poder acompanhá-lo em todas essas etapas”, disse o irmão de Kiko, Sérgio que é diácono permanente e ajudou na celebração.

Para dona Ana, ver dois filhos trilhando caminhos diferentes tendo a Igreja como destino é motivo de orgulho. “Que Deus o abençoe, é muito emocionante…”, disse ao ter a voz embargada pela emoção. Os olhos marejados falaram muito mais desse coração de mãe repleto de gratidão. “É um momento mágico para nós que acompanhamos Kiko desde o seminário. A gente vive tudo o que ele passou. Mais que um momento celebrativo, para nós é uma honra!”, afirmou a cunhada Rosângela Leida Secchim Ribeiro.

Durante a missa, realizada em abril, padre João Renato comparou a entrega à Companhia de Jesus ao modo de vida de Cristo. “Nessa sociedade complexa e confusa em que estamos vivendo, devemos ter a atitude de nos voltar ao Senhor para buscar forças e lucidez. Não podemos nos calar diante do que estamos assistindo. Vamos cultivar valores humanos e cristãos. O objetivo da Companhia de Jesus é o Anúncio e Testemunho do Evangelho encarnado no mundo e na sociedade”.

Ao final da eucaristia, o jesuíta agradeceu à família, aos amigos e relembrou os primeiros votos dados junto com o colega de turma padre Pedro Rubens Ferreira de Oliveira, reitor da Unicap. “O chamado de Deus marca a gente. A ordenação sacerdotal é momento de graça e este, dos últimos votos, é mais um desses momentos”. Bastante emocionado, ele completou: “Que a nossa Fé se traduza em gestos concretos. Muito obrigado a todos”.
Fonte: Unicap (Recife/PE)