Colégio São Luís celebra 150 anos


Missa foi celebrada na Paróquia São Luís Gonzaga, em São Paulo (SP)

No dia 12 de maio, o Colégio São Luís completou 150 anos de existência. Na ocasião, para comemorar a data, uma missa foi celebrada na Paróquia São Luís Gonzaga e antigos reitores da instituição foram homenageados. Esse foi apenas o primeiro evento de uma extensa programação, que se estenderá até 12 de maio de 2018.

Atualmente, o São Luís é o colégio jesuíta mais antigo em atividade no Brasil. Fundado em 12 de maio de 1867, na cidade de Itu (SP), a instituição nasceu ainda no Brasil Imperial, sobreviveu a violentas pestes e epidemias, mudou de cidade, cresceu com a maior metrópole do país (São Paulo) e passou por inúmeras construções e ampliações. Esse século e meio de existência representa um constante exercício de inovar a tradição educativa, o que é muito verdadeiro para uma instituição pertencente à Companhia de Jesus.

Na plenitude de seus 150 anos, o Colégio São Luís encontra-se em um movimento de refundação, desafiado a rever sua organização curricular, suas práticas pedagógicas e de gestão, e a rejuvenescer para estar em melhores condições de acolher e dialogar com as novas gerações que recebe e continuará recebendo.

Levando em consideração o desenvolvimento humano focado na experiência da fé e da justiça, pressupostos essenciais do humanismo cristão, a proposta de educação defendida abre espaço para a discussão de temas referentes à convivência de diferentes religiões, culturas, orientações sexuais e condições sociais – sem que o aluno perca, com isso, sua referência de identidade. Ao contrário, o objetivo é formar pessoas que reconheçam o valor da divergência e da diversidade para o avanço da ciência e da sociedade.

Historicamente, o Colégio São Luís acumula uma série de inovações que marcam sua trajetória. Não é exagero dizer que o futebol teve origem no pátio de terra batida do Colégio, que ainda estava em Itu (essa história está registrada no livro Pontapé Inicial para o futebol no Brasil. Saiba mais abaixo). Colônias de férias, acampamentos e experiências de fraternidade acontecem há muitas décadas e são pilares de sua educação humanista.

O Colégio São Luís é pioneiro na aplicação prática dos fenômenos da natureza em laboratórios, assim como no uso do teatro, do cinema e de diversas tecnologias como ferramenta de educação. Tudo isso faz parte dos 150 anos de renovação da instituição e será relembrado, revisto e atualizado neste ano especial.


SEMINÁRIOS PARA EDUCADORES
Como parte das comemorações pelos 150 anos do Colégio São Luís, em agosto, acontecerá um colóquio sobre Educação e Psicanálise. O evento reunirá professores, pesquisadores e estudantes interessados no tema.

Em setembro, será a vez do encontro + 150 anos Inventando Futuros: Seminário de Práticas Educativas. Entre os palestrantes, estará o padre Luiz Fernando Klein, que foi reitor dos Colégios São Luís e Santo Inácio (Rio de Janeiro) e, atualmente, é assessor pedagógico da Rede Jesuíta de Educação.

A partir das reflexões e trocas realizadas ao longo do seminário, o Colégio São Luís espera contribuir com a conversação acadêmica e com o diálogo pedagógico que acontecem, respectivamente, nas universidades e nas escolas de Ensino Fundamental e Médio.

Além desses dois importantes eventos, a instituição promoverá, para alunos e antigos alunos, uma programação especial com exposições, festas, jantares, missas, jogos, apresentações culturais e passeios.

Para saber mais e acompanhar notícias sobre os 150 anos do Colégio São Luís, acesse o hotsite www.saoluis.org/150anos.

LIVROS
Com foco no início do futebol no país, a obra Pontapé Inicial para o futebol no Brasil (2014), do autor Paulo Goulart, faz um resgate histórico da inserção de modalidades esportivas por meio dos jesuítas no Colégio São Luís, localizado em Itu (SP). O livro apresenta registros que relatam o início do futebol antes da chegada de Charles Miller.

Além dessa obra, em preparação ao sesquicentenário, o Colégio São Luís editou mais dois livros que relembram sua história com diferentes enfoques: a obra Experimentar para Aprender (2016), que aborda o desenvolvimento das Ciências e traz registros de experiências em laboratório realizadas desde 1880, e o livro 150 anos de renovação, com memórias e depoimentos de antigos alunos, ex-reitores e de profissionais e equipes responsáveis pela história da instituição.

Faça o download gratuito das publicações pelo link: saoluis.org/150anos/categoria_livros/livros

Fonte: Colégio São Luís (São Luís/SP)