Centro MAGIS Anchietanum cria Conselho Pastoral

Iniciativa será instância de discernimento e acompanhamento da missão da obra jesuíta

O Centro MAGIS Anchietanum acaba de criar o seu Conselho Pastoral, que nasce para ser uma instância de discernimento e acompanhamento permanente da missão da obra jesuíta. O objetivo da iniciativa é contribuir para que o Anchietanum não perca de vista sua missão e identidade, as prioridades do Programa MAGIS Brasil e as necessidades da realidade juvenil.

O Conselho Pastoral é formado por um corpo apostólico de voluntários do Anchietanum, jovens, jesuítas com missão em São Paulo (SP), representante da Pastoral da Juventude do estado de São Paulo, obras da Companhia de Jesus (Fé e Alegria e Paróquia São Luis), além da Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude (Instituto Paulista de Juventude). Os participantes foram convidados pelo padre Jonas Caprini, diretor do Anchietanum, para uma gestão de dois anos.

No dia 1º de abril, aconteceu a primeira reunião do grupo. No encontro, padre Jonas agradeceu a disponibilidade dos participantes e enfatizou que todos fazem parte de um único corpo apostólico, com a missão de servir à juventude, à sociedade e à Igreja.

A primeira atividade do Conselho será a realização e acompanhamento do planejamento pastoral que o Anchietanum e os outros Centros e Casas MAGIS iniciarão esse ano, em atenção à recomendação do Programa MAGIS Brasil.

 

Fonte: Centro MAGIS Anchietanum (São Paulo/SP)