Peregrinação em homenagem a São Francisco Xavier

Evento promovido na Espanha reuniu mais de 24 mil pessoas

O Castelo de Xavier está localizado na província e comunidade de Navarra (Espanha). Nessa bela construção, em 1506, nasceu Francisco Xavier, que anos mais tarde seria um dos companheiros de Inácio de Loyola na fundação da Companhia de Jesus. Hoje, o local é o destino de uma peregrinação anual em homenagem ao santo jesuíta e padroeiro de Navarra, chamada popularmente de Javierada.

Em 2017, aconteceram duas Javieradas, nos dia 5 e 11 de março, respectivamente. Na segunda, mais de 24 mil pessoas marcaram presença. A praça próxima ao castelo ficou cheia de crianças, adultos, jovens e grupos de todos os cantos da Espanha. Por mais um ano, Navarra foi testemunha da atração que Xavier exerce sobre homens e mulheres de fé e boa vontade.

Durante o trajeto, a cruz processional foi acompanhada por um barco inflável e por outra cruz feita de restos de madeira. Esses símbolos provocaram o silêncio dos participantes, pois naquele instante trouxeram à memória o sofrimento e a morte de tantos migrantes que buscam apenas viver e sobreviver com dignidade em outro país. No altar, acima desse símbolo, toda uma declaração de intenções da Igreja local: “Caminhando juntos com os Migrantes e Refugiados”.

“Essa peregrinação é um apelo permanente para viver o evangelho e sentir-se missionário no mundo de hoje, como São Francisco Xavier”

Dom Juan Antonio Aznárez, bispo auxiliar de Pamplona-Tudela

Na homilia, dom Juan Antonio Aznárez, bispo auxiliar de Pamplona-Tudela, animou a todos a “confiarem em Deus, que espera grandes coisas de cada um de nós”. Centenas de peregrinos fizeram fila para celebrar o sacramento da reconciliação, lembrando a todos que estamos no tempo da Quaresma e, por tanto, no tempo da graça do perdão e da misericórdia.

Segundo dom Aznárez, as Javieradas são a manifestação religiosa e popular mais peculiar de Navarra. “Essa peregrinação é um apelo permanente para viver o evangelho e sentir-se missionário no mundo de hoje, como São Francisco Xavier”.

A Delegação de Missões agradeceu o trabalho dos voluntariados e das ordens religiosas, paróquias, forças de segurança, prefeitura, do governo de Navarra e das entidades colaboradoras das Javieradas. Além disso, agradeceu de forma especial à Companhia de Jesus.

 

Fonte: OMPRESS-PAMPLONA/ Wikipedia
Foto: javieradasnavarra.blogspot.com.br