CEAS participa de encontro sobre o rio Pardo

Evento contou com a participação de representantes de diversos movimentos

O Pardo é um rio federal que percorre uma extensão de 565 km, sendo 220 km no território mineiro, da nascente, no município de Rio Pardo de Minas, até a foz em Canavieiras, no estado da Bahia, quando deságua no Oceano Atlântico. Sua bacia hidrográfica tem 32.334 km², abrangendo quase 30 municípios, cuja população residente é de cerca de 260 mil pessoas. A importância da preservação do Rio inspirou a realização do encontro Os (des)caminhos do rio Pardo e seus Afluentes: água, hoje e amanhã, realizado em Vitória da Conquista (BA), nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro.

O evento contou com a participação de cerca de 120 representantes de diversos movimentos, organizações, associações, sindicatos e instituições, entre elas o CEAS (Centro de Estudos e Ação Social). O grupo aprofundou o diagnóstico sobre os problemas que afligem a Bacia do rio Pardo, a segurança hídrica do Território do Sudoeste, a relação entre o meio ambiente e o modelo de desenvolvimento capitalista, o esgotamento de nascentes e rios, e os avanços e consequências da monocultura de eucalipto, como o uso de agrotóxicos, o descarte de lixo e dejetos nas águas, o desmatamento.

Como encaminhamento, o grupo se comprometeu, entre outras ações, a realizar mais encontros nos municípios da região sudoeste da Bahia para compartilhar as discussões. Além disso, produzir um filme sobre o rio Pardo e cartilhas e materiais sobre a situação da Bacia do rio e a luta conjunta pela sua preservação.

 

Fonte: CEAS (Salvador/BA) | www.cemig.com.br