Aplicativo ajuda famílias de pacientes com Alzheimer

APP foi criado por alunos de Administração do Centro Universitário FEI

Um grupo de alunos de Administração do Centro Universitário FEI desenvolveu um aplicativo destinado às famílias de pacientes com Alzheimer, com o objetivo de criar uma rede de apoio e facilitar o acesso a dados sobre a doença, os tratamentos e cuidadores. O aplicativo oferece também informações sobre cursos, workshops, grupos e permite que os familiares troquem experiências. O projeto foi apresentado na 20ª edição da Feira de Empreendedorismo da FEI, realizada nos dias 18 e 19 de novembro, no campus São Paulo da Instituição.

Segundo a Associação Brasileira de Alzheimer, cerca de 1,2 milhões de pessoas sofrem do mal de Alzheimer. Porém, apenas metade delas se trata e, a cada ano, surgem 100 mil novos casos. A ausência de tratamento vem da falta de informações e conhecimento das famílias sobre a doença.

Um dos membros do grupo, que desenvolveu o aplicativo, tem um avô que sofre com a doença. Ao pesquisar sobre isso, os jovens viram que não existia nenhum aplicativo sobre Alzheimer, exceto um no Rio Grande do Sul, mas que tem uma proposta diferente da que o grupo propôs. “Ficamos muito engajados por conhecermos as dificuldades que as famílias de pacientes podem ter”, explica o aluno Alex Castro.

Para o professor Luiz Ojima Sakuda, coordenador da Feira, esse tipo de evento é importante, pois mantém a universidade sempre próxima do mercado. “A Feira de Empreendedorismo é um ótimo instrumento. Os alunos desenvolvem e expõem suas ideias, não só para os convidados, mas para investidores, como a rede Anjos do Brasil, que é uma das apoiadoras do evento”, ressalta.

Esse ano, além dos trabalhos expostos, os participantes e visitantes também assistiram a palestras e debates sobre empreendedorismo, que abordaram as tendências de mercado para os próximos anos.

Clique aqui e confira todos os projetos empreendedores apresentados no evento.

 

Fonte: Centro Universitário FEI (São Paulo/SP)

Foto: FEI/Leonardo Britos