Francisco pede o fim da escravidão das crianças-soldado

Segundo o UNICEF, existem cerca de 300 mil pessoas nessa situação

Na 12ª Edição da série O Vídeo do Papa, Francisco pede que em nenhuma parte do mundo exista crianças-soldado. “Neste mundo, que desenvolveu as tecnologias mais sofisticadas, são vendidas armas que terminam nas mãos de crianças-soldado”, afirma o Pontífice.

A ONU (Organização das Nações Unidas) define como “criança-soldado” todo menor de 18 anos que tenha sido recrutado por uma força armada ou um grupo armado, para ser usado como combatente, cozinheiro, carregador, espião ou para fins sexuais.

Segundo um informe do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), calcula-se que existam cerca de 300 mil meninos e meninas menores que participam de mais de 30 conflitos no mundo.

Assista ao vídeo e vamos nos unir em oração!

 

Fonte: La Machi Comunicação para Boas Causas