Francisco solicita apoio para os países que acolhem refugiados

Pontífice abordou a questão na 11ª edição da série O Vídeo do Papa

07-11-2016-papa-video-1

No campo de Kakuma (Quênia), o Serviço Jesuíta de Refugiados – JRS atende crianças que necessitam de proteção e orientação.

Segundo dados da ACNUR (Agência da ONU para Refugiados), em 2015, o deslocamento forçado global atingiu 65,3 milhões de pessoas. Destes, 21 milhões são refugiados. Em novembro, a Rede Mundial de Oração do Papa, em colaboração com o Serviço Jesuíta aos Refugiados, apresentou a 11ª edição da série O Vídeo do Papa, que, desta vez, lembra a emigração forçada e intercede pelo destino dos refugiados.

“Reconhecer o problema é importante, mas não o suficiente. Se ficamos apenas nisso, não estamos nos envolvendo e nem contribuindo para uma solução. Como o Papa nos pede, devemos passar da indiferença e do medo à aceitação do outro”

Padre Frédéric Fornos

No pedido de oração deste mês, a mensagem de Francisco tem presente, naturalmente, a colaboração com os refugiados, mas centra-se de modo particular na solidariedade com os países comprometidos com esta causa. Para que sejam apoiados e possam enfrentar as dificuldades provocadas pela emigração forçada. Esta intenção, de acordo com a Rede Mundial de Oração do Papa, é fundamental para a construção de pontes e da cultura do encontro que o Pontífice pede.

Deste modo, Francisco procura levar as pessoas a passar de uma atitude passiva a uma atitude ativa. “Reconhecer o problema é importante, mas não o suficiente. Se ficamos apenas nisso, não estamos nos envolvendo e nem contribuindo para uma solução. Como o Papa nos pede, devemos passar da indiferença e do medo à aceitação do outro. Porque esse outro podia ser qualquer um de nós”, comenta o padre Frédéric Fornos, diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa e da sua seção juvenil, o Movimento Eucarístico Jovem (MEJ)

Assista ao vídeo e vamos nos unir em oração!

 

Fonte: La Machi Comunicação para Boas Causas

Foto: Serviço Jesuíta de Refugiados – JRS