Alunos participam de Encontro de Liderança

Estudantes do Col. dos Jesuítas falaram sobre a experiência realizada nas férias

No dia 16 de agosto, alunos da 3ª série do Ensino Médio diurno do Colégio dos Jesuítas partilharam com seus colegas um pouco do que vivenciaram no mês de julho, durante o Encontro de Liderança Cristã III, chamado de Compañeros.

Durante quatro dias, na comunidade de Mirantão, no município de Bocaina de Minas (MG), os alunos participaram de um Experimento de Inserção, vivenciando experiências de comunhão e partilha do pão e do coração. Os jovens foram acompanhados pelo professor de Biologia, Lúcio Peixoto de Oliveira, e pelos educadores do Serviço de Apoio ao Pedagógico, Flávia Petrosino Dimas de Souza Lima e Marcos Antônio do Amaral. A maneira como foram acolhidos na comunidade chamou a atenção dos alunos. “O tempo todo, vimos as pessoas se doando, mostrando que estavam ali para ajudar, com um carinho bem grande”, destaca a estudante Flávia Cavalcanti Bartholomeu.

“O tempo todo, vimos as pessoas se doando, mostrando que estavam ali para ajudar, com um carinho bem grande”

Flávia Cavalcanti Bartholomeu, estudante

Vivendo intensamente a rotina do lugar, as experiências deixaram marcas profundas nos jovens ‘Compañeros’, que identificaram laços locais muito fortes, uma percepção maior das necessidades dos mais próximos, a importância da liderança em uma comunidade e a luta para vencer os desafios. Segundo os jovens, as pessoas – e suas histórias de vida – são presentes que eles levarão sempre na memória. “Após dez minutos dançando quadrilha na APAE (Associação de Pais e Amigos Dos Excepcionais), em Bocaina de Minas (MG), testemunhei o maior e mais sincero sorriso que já vi”, ressalta Ana Luiza Abreu Paolucci.

O convívio com uma realidade tão diferente da encontrada em cidades maiores permitiu aos jovens enxergar o que é de fato essencial nos relacionamentos humanos. “Não nos preocupávamos com a roupa que estávamos vestindo ou se o cabelo estava penteado. As pessoas gostam de você de verdade!”, sintetiza Fabiana Guimarães Brum de Castro.

Encerrando a partilha do grupo, a estudante Maria Júlia Areas Lourenço destacou a oportunidade de, nesse momento de conclusão do Ensino Médio, colocar em prática tudo o que aprendeu no Colégio dos Jesuítas.

MAGIS 2016

25.08.2016-colegio-dos-jesuitas-projeto-6Para encerrar a partilha, o ex-aluno da escola, Gustavo Ribeiro Baldioti, conversou um pouco com os alunos sobre as experiências vividas durante o MAGIS 2016 e a JMJ (Jornada Mundial da Juventude), que aconteceram em julho, na Polônia.

O encontro de jovens, que cultivam a espiritualidade inaciana, reuniu mais de duas mil pessoas, entre peregrinos, voluntários e jesuítas. Os jovens participaram de 97 experiências na Polônia, na Lituânia, na Eslováquia e na República Tcheca. Gustavo participou do experimento de Diálogo e Cultura e teve contato com o artesanato, a culinária e o modo de viver do povo do leste europeu. “Sempre à noite, havia os Círculos MAGIS, que eram espaços de partilha em grupo. No início, as trocas eram tímidas, mas, no final da experiência, estava todo mundo junto, como família”, relembrou o jovem peregrino.

No encontro com os estudantes, Gustavo falou sobre o Grupo de Antigos Alunos da escola que, desde 2015, reúne-se quinzenalmente para partilhar e planejar ações concretas. O jovem lembrou da mensagem do papa Francisco as mais de 2 milhões de pessoas que participaram da JMJ: “Tende a coragem de nos ensinar que é mais fácil construir pontes do que levantar muros”. O recado do pontífice foi transmitido por Gustavo: “Temos que construir pontes e os jovens têm que sair a serviço”.

 

Fonte: Colégio dos Jesuítas, Juiz de Fora (MG)