Ex-aluna da ETE FMC faz doutorado na Itália

Natália Duarte, que é formada em Fisioterapia, está cursando Ciências da Reabilitação

19.07.2016-ete-ex-aluna-2

A ex-aluna do Ensino Médio da ETE FMC (Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa), Natália de Almeida Carvalho Duarte, traz no currículo muitas experiências. Cursando doutorado em Ciências da Reabilitação, na Itália, e tendo cursado mestrado na Universidade de Harvard, nos EUA, a jovem, que é formada em Fisioterapia, diz que estudar na instituição jesuíta foi fundamental para sua vida. “Na ETE, eu aprendi a pensar no próximo, o que me fez ter a certeza da carreira que queria seguir: a Fisioterapia”, confessa.

Natural de São José dos Campos (SP), Natália mudou-se para Santa Rita do Sapucaí (MG) quando cursava a sétima série. Prestes a concluir o Ensino Fundamental, ela conheceu o Ensino Médio da ETE FMC, assim, nasceu o desejo de estudar na instituição. “Foram os três anos mais mágicos que vivi em uma escola. Na ETE FMC, o bem-estar era tão grande que eu ficava o dia todo estudando e não percebia o tempo passar. Lembro dos professores sempre acessíveis, dispostos e acolhedores. Eu era uma menina que não sabia estudar, mas que, bem orientada, consegui prosperar”, diz.

“Na ETE FMC, o bem-estar era tão grande que eu ficava o dia todo estudando e não percebia o tempo passar”

Natália Duarte, ex-aluna do Ensino Médio da ETE FMC

A vocação para as salas de aula

Natália sempre foi ativa no período que esteve na ETE FMC. Durante dois anos foi voluntária como monitora de português e matemática no projeto Amigos da Escola, voltado para alunos de escolas públicas do município. A experiência foi tão marcante, que nasceu ali o desejo de ser professora.

Após concluir a especialização em Engenharia Biomédica, Natália voltou para ETE FMC, mas dessa vez como professora. Lecionou, por três anos, a disciplina de Anatomia e Fisiologia Humana para o curso de Equipamentos Biomédicos. Depois, optou por afastar-se para dedicar-se ao mestrado em Harvard. “A universidade dos sonhos, a número um do mundo”, conta Natália, orgulhosa de mais uma conquista.

“Durante o mestrado publiquei vários artigos científicos em revistas internacionais e percebi o quão importante é a escrita. Esse aprendizado adquiri na ETE, nas aulas de Língua Portuguesa, particularmente com a Professora Zorilda”, conta Natália.

Para finalizar, a ex-aluna da ETE, ressalta a importância do crescimento profissional sem abrir mão dos sonhos: “Procurar conhecimento é necessário; crescer profissionalmente é recompensador; mas fazer o que você gosta, com as pessoas que ama ao seu lado, não tem preço. Isso eu aprendi na ETE e levo para minha vida”.

 

Fonte: ETE FMC, de Santa Rita do Sapucaí (MG)