Nora Cortiñas participará de evento apoiado pelo CEAS

Jornada de Direitos Humanos e Democracia contará com a participação da cofundadora da Associação Mães da Praça de Maio

Nora Cortiñas, presidenta de Madres de Plaza de Mayo (línea fundadora), Buenos Aires, 19-03-15, Foto: Andrés Wittib, ANCCOM

Foto: Andrés Wittib, ANCCOM

A Jornada de Direitos Humanos e Democracia, evento apoiado pelo CEAS (Centro de Estudos e Ação Social) e que será realizado entre os dias 11 e 17 de julho, em Salvador (BA), contará com a participação de Nora Cortiñas, cofundadora da Associação Mães da Praça de Maio. No Brasil, a defensora de direitos humanos estará com uma agenda de trabalho junto aos movimentos sociais de Salvador e receberá várias homenagens.

Referência para movimentos sociais do continente latino-americano, Nora Cortiñas ficou conhecida por sua história de luta em busca de seu filho Gustavo, desaparecido durante a ditadura militar na Argentina (1976-1983). Assim como ela, muitas mulheres começaram a exigir respostas sobre o desaparecimento de seus filhos na década de 1970. Juntas, elas iam até a Praça de Maio, em frente à Casa Rosada, sede do governo argentino, para pedir justiça, nascia assim o movimento Mães da Praça de Maio. Até hoje, todas as quintas-feiras, as ‘madres’ vão à praça para reivindicar respostas sobre o desaparecimento de seus familiares.

 

Serviço

JORNADA DE DIREITOS HUMANOS E DEMOCRACIA

Período: 11 a 17 de julho de 2016

Local: Salvador (BA)

 

Programação

11/07

15h – Audiência na Reitoria da Universidade Federal da Bahia

18h – Visita ao Terreiro Ilê Axê Opô Afonjá

 

12/07

15h – Visita à ocupação IPAC III – Pelourinho

Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Roda de conversa sobre Direito à Cidade

19h – Terça da Benção

 

13/07

9h – Universidade Estadual da Bahia

Cabula – Encontro e entrega de comenda Honoris Causa a Nora Cortiñas

14h – Cabula – Roda de Conversa promovida pela Aduneb com participação de movimento de mulheres

 

14/07

13h30 – Campo da Pólvora – Homenagem às vítimas das ditaduras

15h30 – Forte Barbalho – Plenária Popular

 

15/07

Dia livre

 

16/07

8h30 às 9h30 – Encontro com as Pastorais Sociais, no Convento São Francisco (Pelourinho)

17/07

Retorno para Argentina

 

Contatos:

CESE: (71) 2104-5457

CÁRITAS REGIONAL NE3: (71) 3357-1667

CEAS: (71) 3247-1232

 

 

*Organização: Rede Jubileu Sul Brasil, Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS) e Jubileu Sul/Américas.

**Apoio: Aduneb (Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia), UNEB (Universidade do Estado da Bahia), UFBA/Pró-Reitoria de Extensão (Universidade Federal da Bahia), MSTB (Movimento Sem Teto da Bahia) – Guerreiras Sem Teto, CEAS (Centro de Estudos e Ação Social), Cese (Coordenadoria Ecumênica de Serviço), Cáritas Brasileira e Regional Nordeste 3, Pastoral da AIDS, Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros), MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), LPJ, Odara – Instituto da Mulher Negra, GTNM-BA (Grupo Tortura Nunca Mais Bahia), Quilombo Rio dos Macacos, Amacha (Amigos da Chácara Santo Antonio), Vida Brasil, CPP e Movimento Médicos Pela Democracia.

 

Fonte: CEAS (Centro de Estudos e Ação Social)  

Foto: Andrés Wittib/ANCCOM (anccom.sociales.uba.ar)