Colégio Diocesano completa 110 anos

Em 1960, instituição passou a fazer parte da Companhia de Jesus

No último dia 25 de março, o Colégio Diocesano completou 110 anos de fundação. Uma história que começou em 1906, quando o primeiro bispo do Piauí, dom Joaquim Antonio D’Almeida, resolveu fundar o Colégio e Seminário Diocesano.

Após alguns anos, a instituição passou por dificuldades financeiras, o que levou o bispo dom Otaviano Pereira de Albuquerque a fechá-lo no ano de 1914. No dia 1º de fevereiro de 1925, o Colégio foi reaberto por dom Severino Vieira de Melo, já com o nome Colégio São Francisco de Sales, vindo a ser transferido, no ano de 1960, para a Companhia de Jesus.

Entre sua reabertura até ser transferido para os jesuítas, o Colégio já havia se consolidado como instituição de excelência na educação. Importantes personalidade do Piauí estudaram no Diocesano, entre eles: Manoel Paulo Nunes, Petrônio Portela, Djalma Veloso, Lucídio Portela, Dirceu Arcoverde, dentre outros, socialmente reconhecidos por sua atuação em campos como os da Política e da Cultura.

 

Fonte| Colégio Diocesano